sábado, 30 de junho de 2012

Planeta dos Macacos - 2001




Sinopse: Após sofrer um acidente na espaçonave em que estava, Leo Davidson (Mark Wahlberg) chega em um planeta estranho e primitivo, onde os humanos migalham por sua subsistência, são caçados e escravizados por primatas tiranos, que formam o poder local. Sem concordar com a opressão imposta à raça humana, Leo logo se torna uma séria ameaça ao status quo local e dá início à uma revolução social no planeta. 





Por que ver?



Realize a minha fantasia e DESTRUA ESSA COISA!!



Vejamos como isso chegou a acontecer.


Dizem que a intenção em refilmar "O Planeta dos Macacos" pela 20th Century Fox vem desde 1993, quando o primeiro nome cogitado para assumir a direção foi o de Oliver Stone (Platoon no espaço, OI???)


Arnold Schwarzenegger mostrou interesse em "interpretar" o personagem que fora de Charlton Heston no filme original (seria algo como um soldado metendo bala nos macacos gente??), o que fez com que Stone desistisse do projeto. 

Schwarzenegger chegou a aprovar a escolha de Phillip Noyce para a direção, mas este preferiu dirigir o horrível e flopado "O Santo". Houve boatos de que James Cameron assumiria a direção (o que seria épico). 

Apenas em 2000 foi escolhido o diretor definitivo da nova versão de "O Planeta dos Macacos", que viria a ser Tim Burton;

E vamos ao que titio Burton fez. 


- Eu sou um péssimo ator, ouviu bem...! PÉSSIMO!


O filme tem belos efeitos especiais e maquiagem de primeira linha - uma das melhores da história do cinema, sem dúvidas (um ode a Rick Baker, esse homem é um monstro!!!) -, bela fotografia, direção de arte, figurinos (indicados ao Bafta) boas atuações de gente de peso, como Helena Bonham Carter, Tim Roth, Paul Giamatti, Michael Clarke Duncan, mas.... 




Por que não ver?

... Tem o Mark Wahlbrega, que nunca convence, e está aqui um dos maiores problemas do filme, gente. É, ele é péssimo. Não funciona em nenhum momento do filme, nem sendo herói, nem como astronauta, nem existindo. Sua atuação inexpressiva garante um distanciamento tremendo de quem vê o filme com seu personagem - ele é desinteressante, simples assim. Pode morrer, ser comido por macacos, explodir, sumir, tanto faz, ninguém se importa mesmo. Torci por Thade para que ele desse uns tapas bem dado na cara do Mark e deixasse ele chorando que nem uma menina. Afe.


Michael Jackson, em participação especial.


O roteiro é tosco: se no filme original temos paciência em desenvolver os personagens - mesmo aqueles que serão eliminados no meio do filme, como os amigos do astronauta Taylor - e temos Charlton Heston (aqui em participação especial) comendo o pão que o diabo nem quis amassar, aqui temos humanos glamourizados, idiotizados, sem importância. Falta também o estabelecimento da sociedade símia e sua forma de viver e interagir entre eles, que vemos tão brilhantemente estabelecida no filme original, principalmente na figura de Zira e Cornelius. Sem esse suporte de personagens carismáticos, o filme quase não se sustenta.

A direção de Burton parece ter sido realizada com uma arma apontada para sua cabeça (seriam os executivos da Fox...?) e é um desastre para a ação, não havendo nenhuma cena memorável de tensão, suspense, nada de relevante, praticamente. 

Burton sabe criar imagens com visuais bacanas - ele merece respeito, sem dúvidas, pela ótima carreira e por outros trabalhos - mas quando parece criar algo interessante - o jantar político, por exemplo - o roteiro descamba para algumas piadinhas sem graça, com personagens coadjuvantes humanos insossos. Tudo resulta naquela cena final confusa (pouca gente entendeu), distante 1000 anos luz do impacto do original.





Preste atenção: 

Na sequência do jantar político e na cena em que Thade conversa com o pai antes de morrer. Também na atuação de Tim Roth, ator maiúsculo, que sustenta praticamente todo o filme.




TRAILER


2,5/5
Jason acha a aventura flopada, mas vale rever quando não se tiver nada para fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...