segunda-feira, 23 de julho de 2012

KUNG FU PANDA 2 - 2011




Título Original: 
Kung Fu Panda 2
Direção: Jennifer Yuh
Roteiro: Jonathan Aibel, Glenn Berger
Ano de lançamento: 2011
Elenco:
Jack Black como Po
Angelina Jolie como Tigresa
Dustin Hoffman como Mestre Shifu
Gary Oldman como Lorde Shen
Jackie Chan como Macaco
Seth Rogen como Louva Deus
Lucy Liu como Víbora
David Cross (ator) como Garça
Michelle Yeoh como Fala Macia
Danny McBride como General Lobo
James Hong como Senhor Ping
Dennis Haysbert como Mestre Boi Toró
Jean-Claude Van Damme como Mestre Crocodilo
Victor Garber como Rino Trovão
Michael Bell como Gorila do exército de Shen
Fred Tatasciore como Pai do Po, Gorila do exército de Shen

Sinopse:

Po (Jack Black) vive o sonho de ser o dragão guerreiro, protegendo o Vale da Paz ao lado dos mestres Shifu (Dustin Hoffman), Tigresa (Angelina Jolie), Macaco (Jackie Chan), Víbora (Lucy Liu), Louva-deus (Seth Rogen) e Garça (David Cross). Sua vida pacata chega ao fim quando surge um novo inimigo, o lorde Chen (Gary Oldman), que possui uma arma secreta capaz de permitir a conquista da China e provocar o fim do kung fu. Para impedi-lo, Po e os Cinco Furiosos precisam cruzar o país e derrotá-lo. 


Por Jason




Divertido e cheio de ação, o sucesso Kung Fu Panda 2 dá continuidade a primeira animação focando-se no personagem Po e EM sua jornada para derrotar o ganso todo poderoso Shen. 

Po e sua turma da pesada!
O filme começa com uma excelente e bela animação em 2D que fala da criação dos fogos de artificio de um lorde que domina o lado obscuro dos fogos, o tal Shen (sem falar na brincadeira com o logo da Dreamworks). A evolução dos fogos resulta no domínio da pólvora e do fogo e ambos ameaçam o Kung Fu e a existência de toda a China, uma vez que o poder crescente de Shen e a evolução de seu poderio militar poderão destruir todo o país.

Para derrotar Shen, Po contará com seus amigos, mas terá que se encontrar inicialmente, fazer as pazes com o seu passado, aceitá-lo e viver o seu presente. Essa parte do personagem resulta na melhor e mais emocionante área do filme, quando entram em cena as animações em 2D contando a origem de Po, de como seus pais foram forçados a abandonarem o pequeno Panda e de como ele foi adotado.

MOMENTO
AIMEUDEUSDOCÉUQUECOISAFOFAAAA!
Kung Fu Panda 2 traz uma metáfora universal sobre o avanço e o desenvolvimento bélico de uma sociedade - se ela está cada vez mais armada será capaz de subtrair seus valores e sua cultura e resultar numa sociedade violenta e opressora. Em contrapartida, peca pelo seu excesso de personagens e pela falta de desenvolvimento deles. O caso mais gritante é o de seus amigos. Uma cobra, a tigresa (melhor personagem depois do panda), uma garça, um macaco e um louva-a-deus fortíssimo parecem apenas servir de apoio para os inúmeros golpes criados pelo Panda. 

O mesmo vale para a entrada de um touro e um crocodilo na trama, que não ajudam muito a não ser próximo do final. Melhor desenvolvimento tem a velha cabra vidente macumbeira, que protagoniza  diálogos importantes com o vilão e vai colocar o desajeitado Po nos eixos para que ele possa se encontrar e derrotar as forças do mal. O elenco de vozes está perfeito, mas o destaque vai mesmo para Gary Oldman. No papel do pavão Shen, é quase possível reconhecê-lo em cena com suas expressões aterrorizantes - e aterrorizadas também, com toda suas neuroses e histeria. É um desses casos no cinema em que o vilão chama atenção e em muitas cenas se destaca.

Apesar de personagens carismáticos e piadas, faltam ao filme também cenas marcantes - a sequência de desabamento de um prédio oriental ou a da divertida perseguição nas ruas da cidade, que termina com a captura deles, não são a redenção. O final, em que Po supera o armamento inimigo e contra ataca usando os próprios disparos de canhão, também soa estranho dentro do contexto, mas deve agradar o público infantil que procura luzes e cores. A trilha sonora é intensa, cheia de temáticas orientais, mas não conquista.
Recebendo a missão do mestre Shifu

Ao fim, Kung Fu Panda 2 traz mensagens anti belicistas e de valorização da amizade e de união para a gurizada, sem parecer piegas aos adultos - um dos acertos do filme. O filme é bem elaborado, com uma montagem espetacular nas cenas de ação. Tem momentos divertidos, é colorido, mas sua animação, apesar de fluir espetacularmente (as expressões de todos os animais são ultra realistas), parece não arrebatar o espectador, não conquistá-lo.  Ela consegue entreter, funcionar como passatempo, e seu conjunto tem resultado muito bom, mas longe de ser um marco no cinema.


Cotação: 3,5/5

Jason adora bichinhos fofinhos e desenhos animados e acha a saga de Po uma graça, mas essa animação em específico ficou um pouco aquém de suas expectativas.

TRAILER 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...