terça-feira, 3 de julho de 2012

Os vingadores - 2012 (The Avengers, 2012)




Titulo Original: The Avengers
Ano de lançamento: 2012
Direção: Joss Whedon
Roteiro: Joss Whedon
Elenco: Robert Downey Jr. Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth , Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston , Samuel L. Jackson .

Sinopse: Loki (Tom Hiddleston) retorna à Terra enviado pelos chitauri, uma raça alienígena que pretende dominar os humanos. Com a promessa de que será o soberano do planeta, ele rouba o cubo mágico dentro de instalações da S.H.I.E.L.D. e, com isso, adquire grandes poderes. Loki os usa para controlar o dr. Erik Selvig (Stellan Skarsgard) e Clint Barton/Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), que passam a trabalhar para ele. No intuito de contê-los, Nick Fury (Samuel L. Jackson) convoca um grupo de pessoas com grandes habilidades, mas que jamais haviam trabalhado juntas: Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Steve Rogers/Capitão América (Chris Evans), Thor (Chris Hemsworth), Bruce Banner/Hulk (Mark Ruffalo) e Natasha Romanoff/Viúva Negra (Scarlett Johansson). Só que, apesar do grande perigo que a Terra corre, não é tão simples assim conter o ego e os interesses de cada um deles para que possam agir em grupo.




Eu confesso que não sou fã de quadrinhos, mas gosto de ver super-heróis - sejam eles da DC, da Marvel ou de qualquer outra editora - no cinema ou em séries animadas. Minha visão de herói quando criança era de que um herói deve ser, antes de tudo, bondoso e altruísta, corajoso e poderoso... Hoje em dia acho que a figura do super-herói continua sendo tudo isso, mas ele também pode ser vulnerável. Heróis podem ter suas crises existenciais sim, podem ter hesitações, incertezas, mas o essencial é que o super-herói literalmente bote pra quebrar. E quando a gente era criança acreditava naqueles seres com poderes e habilidades especiais, com trajes coloridos salvando as pessoas e derrotando os vilões. No fundo, penso que todos nós procuramos por heróis, mesmo quando deixamos de ser crianças, e que  todos nós desejamos lá no fundo que não haja mal no mundo. E quando sentamos numa poltrona de cinema ou no sofá de nossa casa e assistimos a esses heróis derrotando os vilões, é como se por algum tempo voltássemos a ser crianças.




Essa mais pura sensação de nostalgia nos foi trazida pelas mãos do cineasta Joss Whedon, diretor e roteirista de “Os vingadores”, filme que reúne os maiores heróis da Terra (dentro do universo Marvel, é claro). Pense, se já é legal ver nossos queridos heróis ganharem vida nas telas do cinema, imagine vê-los reunidos em um mesmo filme? Mas tudo isso foi possível graças a um plano ambicioso da Marvel, que começou há anos atrás, apresentando em filmes-solo cada um dos seus heróis mais poderosos: O incrível Hulk (ainda que as adaptações para o cinema tenha sido problemáticas), Homem de Ferro, Capitão América e Thor. O Gavião Arqueiro e a Viúva Negra, estes não tiveram filme próprio, porém foram apresentados brevemente em filmes de outros heróis. E todos essas produções  tiveram conexões umas com as outras, seja com a participação especial de um personagem ou com uma simples menção deles nos diálogos.




Em Os vingadores, o deus Loki faz uma aliança com o líder de uma raça alieníngena, os Chitauri. Ele rouba o Tesseract (aquele cubo de energia que você viu em Capitão América) que estava em poder da S.H.I.E.L.D (uma agência internacional de paz) para entregar aos Chitauri em troca de um exército para dominar o mundo. Então Nick Fury, diretor da S.H.I.E.L.D resolve convocar os maiores heróis da Terra, Homem de Ferro, Capitão América, Hulk, Thor, Viúva Negra e Gavião Arqueiro, para protegê-la de uma iminente ameaça. Joss Whedon soube equilibrar drama, humor, ação, aventura e ainda conseguiu a façanha de fazer todos os personagens aparecem bem, num roteiro bem estruturado OK, tem um furo aqui e outro ali - tipo Hulk ficando legal e obediente sem nenhuma explicação - mas são pequenos diante dos seus acertos. O cineasta conseguiu dar funções específicas para cada personagem, de modo que todos eles são essenciais à trama. Ainda que desprovidos de grande força, Gavião Arqueiro e Viúva Negra puderam contribuir com suas habilidades especiais. No caso do Gavião, é preciso prestar muita atenção em suas cenas, pois ele faz muito mais do que atirar flechas. Perceba como sua “mudança de lado momentânea” contribui para desencadear desequilíbrio no grupo.  Já a Viúva, é muito mais do que uma lutadora habilidosa. Quanto aos mais poderosos, Bruce Banner/Hulk é um “mal necessário”, ao mesmo tempo em que ele representa um grande risco para a equipe, seus conhecimentos científicos são essenciais, Homem de Ferro com suas habilidades e aparato tecnológico,  Capitão América com sua força e experiência militar e Thor que além de possuir  força e poder é irmão do vilão que cria todos os problemas. Por fim, todos precisam estar ali e se unirem para proteger o mundo do ataque de vilão Loki.




O elenco está muito bem: Robert Downey Jr como sempre impagável e soltando suas tiradas sarcásticas na pele de Tony Stark/Homem de Ferro, Mark Ruffalo encontra o tom certo para condição trágica de seu personagem, mostrando um Bruce Banner mais maduro (e um Hulk divertido) e que aprendeu a lidar com sua situação já que não pode lutar contra ela. Chris Evans se mostra esforçado na pele do Capitão América e Scarlett Johansson, como Viúva Negra, aparece bem mais a vontade e útil nessa produção do que em Homem de Ferro 3. Destaque também para Samuel Jackson como Nick Fury e  Clark Gregg como agente Phil Coulson que representa o encantamento que os heróis causam nos fãs.




Os vingadores tem momentos de muito humor, muita ação e algumas cenas realmente comoventes e os efeitos especiais são de primeira. Então se você não viu ainda, dê seu jeito, porque a reunião desses grandes heróis é feita em grande estilo. O filme consegue criar uma sensação euforia que sentimos ao ver os heróis em ação, é um verdadeiro deleite nerd, diversão de primeira qualidade do início ao fim.




Preste atenção:

No Hulk criado através de captura de movimentos, resultado do excelente trabalho da ILM aliado ao talento de Mark Ruffalo que interpretou o verdão.

No Tony Stark fanfarrão tentando irritar Banner.

As cenas de ação, são de encher os olhos.

A luta épica entre Thor e Hulk. 

Cotação: 4/5

TRAILER:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...