domingo, 29 de julho de 2012

Trilha Sonora - Os Vingadores - 2012 (The Avengers - 2012)




Então, quando a gente menos espera, vem aquele compositor que você gosta, do nada, e te dá um tiro em seus ouvidos, criando uma trilha sonora medonha, raquítica, histérica e nada empolgante. 


Sim, Alan Silvestri cometeu isto, que chamamos de Original Motion Picture Soundtrack bebê (para você que foi alfabetizada em inglês), no seu, no meu, no nosso - e no de Lady Ravenna Morgan, a minha irmã gêmea lactopurga que já me encheu o saco falando bem desse filme - o sucesso "Os vingadores".


Olha, estava para nascer coisa tão tosca e genérica quanto esta trilha sonora. A trilha de ação casa bem com o filme da Marvel, afinal, trata-se de doses enérgicas de ação na tela (oi?) mas... é um martírio auditivo ouvir o álbum, o que já se adianta a ser a pior trilha sonora de um filme de sucesso do ano de 2012 (sim, é pior do que a trilha do último Batman, Noletes, comemorem!).


Alan Silvestri é o compositor por trás daquela trilha sensacional, mítica, linda e maravilhosa de Contato, um trabalho inspiradíssimo, e de "O náufrago", dentre outras de sucesso. 


Aqui, Silvestri parece bêbado e desinteressado, sem saber nem o que está fazendo - ou sem se importar com o que está fazendo ou não tendo tempo para fazer um trabalho melhor (Tia Rá não consegue entender ainda). Parece um trabalho corrido, feito as pressas. A trilha sonora não atinge um tom épico, não tem um ápice, não é interessante. É uma tormenta auditiva, uma mistura de ritmos sem um tom definido, sem partes concretas. Eu explico: quando você escuta a trilha sonora de Avatar, de James Horner, há claramente uma ascensão nas faixas, que vai culminar nos momentos de ação envolvendo a guerra entre humanos e o povo de Pandora. O tema, no entanto, é mantido em praticamente todas as faixas, aqui e ali, dando personalidade e coesão ao trabalho, e fazendo o ouvinte embarcar na audição, relembrando os momentos do filme de maneira fluída. É uma viagem, na verdade, pelo filme. Isso não existe aqui.


"Helicarrier" é agradável. É vibrante, sensível e é talvez a melhor do filme, superando o tema chifrin de "Os vingadores", "The Avengers", que me soou como algum seriado tosqueira de décadas passadas - vá lá, ainda me trouxe lembranças de Star Trek aqui e ali, o que seria bom mas muito pouco. 


O restante das faixas é completamente esquecível, difícil de acompanhar, barulhento e faz o ouvinte perder o interesse rapidamente. Sem um tema central, sem um eixo para ancorar as faixas, a trilha parece apenas funcionar dentro do filme, o que é uma pena, em se tratando de um compositor que já teve dias melhores e foi responsável pela trilha sonora de Capitão América (que não é a redenção, mas não chega a ser tão ruim quanto isso).



Cotação: 0/5


FUJA DISSO PELAMORDEDEUS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...