segunda-feira, 15 de outubro de 2012

X-Men 2 (X2: X-Men United, 2003)



Título Original: X2 – X-Men United
Ano de Lançamento: 2003
Direção: Bryan Singer
Roteiro: Bryan Singer, David Hayter, Dan HarrisMichael Dougherty, Zak Penn
Elenco: Patrick Wilson, Ian McKellen, Halle Berry, Hugh Jackman, Famke Janssen, James Marsden, Anna Paquin, Rebecca Romijn Stamos, Alan Cumming, Brian Cox, Shawn Ashmore, Aaron Stanford, Kelly Hu,
Sinopse: Após uma tentativa de assassinato ao presidente realizada por um mutante, os X-Men são obrigados a unir forças com Magneto e sua Irmandade para lutar contra uma organização que quer exterminar os mutantes. Tudo isso em meio a uma invasão à mansão Xavier e conflitos internos de Wolverine e Jean Gray.

Por Ravenna Hannibal




Por que esse é simplesmente o melhor filme da franquia até agora. O filme já começa com uma cena de tirar o fôlego envolvendo o Noturno logo após os créditos iniciais – que seguem o padrão dos créditos do primeiro filme. A invasão da Casa Branca é sem dúvidas uma das melhores sequencias de ação da franquia. Muito bem coreografada, bem montada, ótimos efeitos especiais e uma mais do que adequada trilha sonora (aliás, eu já falei sobre a trilha sonora da trilogia dos X-Men aqui).
Depois disso vemos um filme muito bem construído. Seguindo a linha do primeiro filme, X-Men 2 vai muito além da ação e mostra-se ainda mais firme ao tratar do preconceito. O relacionamento dos personagens é muito bem desenvolvido e verossímil, mantendo a ligação com o primeiro filme intacta. Você tem aqui todas as consequências do que aconteceu no primeiro filme, decididamente uma sequencia muito bem feita.
Se no primeiro filme os diálogos mais interessantes estavam nas discussões políticas, nas conversas entre Xavier e Magneto e no senso de humor do Wolverine, aqui temos diálogos incríveis envolvendo Stryker, Noturno e Tempestade. Além de muitas outras situações interessantes que nos ajudam a aceitar o mundo dos X-Men como algo verossímil, como a conversa com os pais do Homem de Gelo ou uma cena onde este resfria um refrigerante para o Wolverine.
X-Men 2 é superior ao seu antecessor tanto no quesito texto e desenvolvimento de personagens quanto no quesito ação. Aqui, sempre com um ótimo timing, mais uma vez Bryan Singer demonstra não ter pressa para desenvolver a história e o roteiro constrói tudo de maneira calma, porém sem cair no enfadonho. É um filme cheio de diálogos e drama, mas também tem doses certeiras de ação. Não só certeiras, como muito bem feitas. Cenas como a já citada invasão da Casa Branca, a fuga de Magneto, um impasse entre o X-Jato e algumas naves do governo ou o clímax são cenas muito bem arquitetadas.
Os efeitos especiais são ótimos e até a trilha sonora é superior.

Por que não ver?
Eu, Rá Hannibal, sou suspeitíssima pra falar de X-Men 2 por que simplesmente ADORO esse filme. Mas se fosse pra mudar alguma coisa nesse filme, seria a forma rasa como é apresentado o relacionamento de Stryker com seu filho, Jason, uma vez que esse ponto é importantíssimo pra entendermos a relação que Stryker tem com os mutantes.
Aliás, há uma cena envolvendo o clímax e Jean Gray que pode funcionar muito bem para fins poéticos e narrativos (e para a sobrevivência da franquia), mas não é nada prático. Aliás o drama dela com os seus poderes tomaria muito tempo se fosse desenvolvido de maneira extensa mas é outro ponto que poderia ser melhor. Nem todo o elenco é fantástico, mas todo mundo tem seu lugar e ninguém compromete o filme realmente. Shawn Ashmore, por exemplo, é inexpressivo, mas até que se sai adequado. Não fede nem cheira, mas seu personagem é interessante na narrativa. Tempestade aqui, apesar de aparecer bem mais, ainda parece deslocada na trama. Pelo menos até metade do filme, quando ela começa a mostrar a que veio realmente. Vampira por sua vez some um pouco mais e só se mostra útil duas vezes na trama em situações que poderiam ser resolvidas por outros personagens facilmente. Mas com tantos personagens, fica difícil dar destaque pra todo mundo, não é?

Preste atenção:

Mais uma vez, nos diálogos, na construção dos personagens e seus relacionamentos, nas cenas de ação, em como a Halle Berry está linda. Preste atenção nos detalhes. X-Men 2 está cheio de referências e brincadeiras interessantes para os fãs da série.

Cotação: 4/5

X-Men 2 é o preferido de Rá Hannibal até agora! Ótimo filme de ação, de super heróis e acima disso, um filme que tem uma carga de discussões sociais interessantes e inusitadas até então para filmes do gênero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...