quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Percy Jackson e o Ladrão de Raios (2010)



Título Original: Percy Jackson and the Lightning Thief
Ano: 2010
Direção: Chris Columbus
Roteiro: Craig Titley, Baseado no livro de Rick Riordan
Elenco: Logan Lerman, Alexandra Daddario, Brandon T. Jackson, Pierce Brosnan, Uma Thurman, Sean Bean, Rosario Dawson, Jake Abel, Joe Pantoliano,
Sinopse: O garoto-problema Percy Jackson tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos – jovens heróis modernos – terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

Por Rá Hannibal
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOIIIIIIIII

Eu sei, eu sei! Eu sumi, Mas é a vida! A gente vai e volta e eu estive dando uma supervisionada no restaurante HanniBalls de culinária exótica e tive que despedir alguns funcionários por que estavam substituindo a carne humana por carne de animais silvestres, acreditam? O importante é que eu estou de volta!
Enfim, hoje vou falar sobre uma bomba atômica chamada “Percy Jackson e o Ladrão de Raios”.
Vejam bem queridos, nem só de assassinatos vive Ravenna Hannibal e eu ADORO uma fantasia infanto juvenil! Adoro ler aqueles livros tipo Narnia, Harry Potter (sou a única na família Rá a curtir esses), Percy Jackson e As Crônicas dos Kane.
Como eu disse, adoro LER. Por que a experiência de assistir os filmes baseados nesses livros na maioria das vezes, infelizmente se mostra uma tortura.
E não é diferente aqui...

“Percy Jackson e o Ladrão de Raios” foi dirigido pelo Chris Columbus, responsável pelos dois primeiros filmes da série Harry Potter. O trabalho que ele fez em HP e a Pedra Filosofal e HP e a Câmera Secreta foi insatisfatório, mas bem assistível para filmes com pegada definitivamente infantil. Apesar de ter tirado metade da linha de raciocínio da JK Rowling que tornava os livros interessantes... Foi pior em A Câmara Secreta cujo clima do livro é de suspense crescente, com um “q” de história de serial killer amenizada para crianças e o filme virou uma história de mundo mágico, encantador e colorido para crianças.
De qualquer forma, NADA, NENHUM DELES pode ser tão ruim quanto o que o Chris Columbus fez em “Percy Jackson e o Ladrão de Raios”.
A começar pela adaptação.
Gente, por que ele não aprende com o David Yates, o Afonso Cuarón ou MELHOR, com o Henry Selick (falarei sobre ele e sua ótima adaptação de Coraline depois)????
Uma coisa é você fazer mudanças – até drásticas – no enredo para torná-lo adequado para o cinema. Outra é você ler uma sinopse de um livro e filmar essa sinopse. Sim, por que é a única explicação que encontro.
Mudanças drásticas só são aceitáveis em adaptações quando são mudanças que tornam a história melhor no cinema – vide acréscimo de personagens em “Coraline”, mudança de final em “O Nevoeiro” e várias mudanças em “O Iluminado”.
Não é o caso aqui. Muito pelo contrário. O primeiro filme do Harry Potter tem muitos defeitos, mas além de uma verba maior, o trabalho foi melhor, a trilha sonora foi melhor, tudo foi melhor o suficiente para consagrar a série e tornar os livros populares. Mas o Percy Jackson não funcionou assim. Tudo o que há de interessante na série do Rick Riordan simplesmente SUMIU no filme, as explicações, o modo como a mitologia grega foi adaptada para os tempos modernos e para crianças. E sumiram com no MÍNIMO  3 personagens ESSENCIAIS para o desenvolvimento da série (inclusive sumiram com um personagem que equivale a ter sumido com o Voldemort do primeiro filme do Harry Potter, o que tornou as motivações do vilão no fim das contas terrivelmente sem sentido).

  A direção do Columbus é porca e o roteiro de Craig Titley... Bem... Não sei se podemos chamar isso de roteiro. Não explica nada, não desenvolve os personagens, é simplesmente uma sequência ilógica e nada convincente de cenas mal feitas.
O elenco principal é podre. Sean Bean precisando de umas aulinhas, temos o Pierce Brosnan fazendo cosplay e Uma Thurman LINDISSIMA e sedutora de Medusa... Mas espera, a Medusa não deveria ser uma criaturas feia? E a Rosario Dawson fazendo a Perséfone Piriguete gente, o que foi aquilo?
Muitas adaptações são infiéis e desrespeitam a obra original, mas pelo menos rendem bons filmes. Percy Jackson é uma péssima adaptação e também não funciona como filme.
Devido a imensa montanha de besteiras que se tornou o filme do Percy, não vejo como a série se consagrar como aconteceu com Harry Potter – e sim, ela tinha potencial para isso. Aliás não vejo nem COMO continuariam a série sendo que o fio condutor que liga um livro ao outro simplesmente SUMIU no filme.
Se tem algo que presta nessa droga? Adorei aqueles All Stars com asas! Quero um.
Acho que vou dar uma ligadinha pro Hades e ver se ele rouba algum do Hermes...
Enfim, nunca me conformarei com Chris Columbus e o transformarei em sopa de diretor ruim. E jogarei para um dos cães do inferno!


Cotação: 1/5

Pelos All Stars e pela cena da Medusa.

TRAILER

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...