terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Hotel Transilvânia - 2012 (Hotel Transylvania - 2012)



Título Original: Hotel Transylvania
Ano de lançamento: 2012
Direção: Genndy Tartakovsky
Roteiro: Dan Hageman, David Feiss, Kevin Hageman
Elenco: Adam Sandler, Andy Samberg, Selena Gomez, Kevin James, Steve Buscemi, Ceelo Green
Sinopse: O Hotel Transilvânia é um resort cinco estrelas que serve de refúgio para que os monstros possam descansar do árduo trabalho de perseguir e assustar os humanos. O local é comandado pelo Conde Drácula (Adam Sandler), que resolve convidar os amigos para comemorar, ao longo de um fim de semana, o 118º aniversário de sua filha Mavis (Selena Gomez). O que ele não esperava era que Jonathan (Adam Samberg), um humano sem noção, fosse aparecer no local justo quando o hotel está repleto de convidados e, ainda por cima, se apaixonasse por Mavis.

Por Jason

A animação começa no final do século XIX, com um vampiro Drácula paizão de uma pestinha vampira que ama sua filhinha Mavis e tem que se desdobrar em cuidar da fofura. O filme corta para a época atual. A menina é agora uma adolescente, e o pai super protetor precisa enfrentar os problemas típicos e as exigências da idade. Ela quer ser livre para poder andar na cidade dos humanos, vistos aqui como os verdadeiros monstros, mas o pai, claro, vai segui-la para proteger. Ele constrói uma cidade cenográfica com a ajuda de outros monstros, para fazer a menina desistir da ideia e não sair do castelo. Acontece que um humano aloprado, Jonathan, acaba rompendo a barreira criada para proteger o castelo - um hotel feito para receber apenas monstros -, chegando até ele durante os festejos de aniversário da menina. 

Drácula vai fazer de tudo para esconder o humano e assim manter a fama do hotel como um lugar seguro de repouso para os monstros, sem a interferência humana só que, previsivelmente, sua filha se apaixonará por Jonathan, o que só vai aumentar as confusões, uma vez que Drácula é extremamente controlador e arcaico e não quer mudanças nos festejos de aniversário da filha. O menino acaba ganhando a confiança de todos os monstros e mudando a forma de realização da festa.

O filme é colorido e cheio de referências a outros filmes e outros monstros, de lobisomens a pé grande, de Frankemstein a bruxas, passando por homem invisível, o monstro do pântano, uma hidra, a bolha assassina, e uma múmia obesa desequilibrada mental, dentre outros. Chama atenção a direção de arte da animação, super criativa, com seus pedreiros zumbis que param as obras quando uma morta viva sensualiza de salto alto, castelos assombrados e os monstros, que se reúnem regularmente para festas em que comemoram o aniversário de Mavis e o fato de que estão livres de humanos por muito tempo. Há cenas alopradas, como esqueletos tomando banho de chuveiro, pulgas em lua de mel, jogos de mímica com um homem invisível e compositores clássicos como Beethoven e Mozart, transformados em zumbis. É bizarro, mas inspira genialidade.

Há algumas cenas divertidas, como a dos saltos na piscina e da corrida aérea de mesas, além de personagens divertidos - Drácula é uma alopração. A própria estrutura do castelo, com um dragão como aquecedor, é um show de criatividade. Há também uma metáfora sobre crescer, na pele da menina Mavis, e de viver a vida, aproveitá-la da melhor maneira possível - nada muito diferente de praticamente todas as animações. Mas Hotel Transilvânia tem que apelar para musiquinhas bizarras como um desenho Disney e números musicais enfadonhos ao final feliz. É também previsível e óbvio a todo momento e as piadas nem sempre funcionam - além da apelação do melodrama nos momentos finais. Falta também um perigo, um "vilão" que norteie o filme e a missão dos personagens dentro dele. O filme gira em torno o tempo todo da festa de aniversário de Mavis, da questão de aceitação entre humanos e monstros, e da relação perturbada entre Drácula e Jonathan, o que deixa uma sensação de que sai do nada - para lugar nenhum. 

Cotação: 3/5

O filme custou relativamente pouco, 85 milhões de dólares, mas arrecadou mais de 300 milhões, o que pode ser considerado um sucesso. É merecido porque visual interessante, referências divertidas e deve servir como passatempo para a criançada. Para os adultos, o melhor são as referências pop.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...