quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Possessão - 2012 (The possession - 2012)




Título Original: The Possession
Ano de lançamento: 2012
Direção: Ole Bornedal
Roteiro: E.L. Katz, Juliet Snowden, Kevin Mannis, Leslie Gornstein, Stephen Susco, Stiles White
Elenco: Kyra Sedgwick, Jeffrey Dean Morgan 
Sinopse: Uma jovem compra uma velha caixa em um estaleiro, sem saber que na verdade se esconde dentro dela um antigo espírito malicioso cheio de vingança.


Por Tia Rá

De vez em quando eu faço essa linha de arranjar uns filmes de terror para assistir achando que vou encontrar aquele filme preparado para ser um novo clássico ou cute-cute do gênero, sabe, povo... Mas aí... Aí a gente vai e dá de cara com isso.

- Minina, toma buscopan pra passar
essa dor de barriga!
O filme é produzido pelo meu, o seu, o nosso, SAM RAIMI. Então, eu pensei aqui com meus botões que estaria diante de um filme no mínimo divertido, bem trasheira ou podreira ou seja lá que merda for. O filme já começa com uma velha encarnando um exu e se quebrando toda quando tenta dar um fim em uma caixa velha. Claro, rola aquela voz de Smeagol no fundo pra dar todo um toque de horror, né gente? Só que não.

Aí, o filme finalmente começa, depois desse prólogo pobre e horroroso. Na trama (?), temos uma piriguete mirim dublê da Anna Paquim guria filha de pais separados (REALLY???) que pede para o pai comprar uma caixa de madeira para ela brincar numa liquidação de porta de garagem - mas ninguém sabe como abrir eçapoha da caixa. Aí, a menina, toda serelepe e contente, descobre como abrir (OI?). Claro, ela vai mudar de comportamento - e todo mundo vai achar que é culpa da separação, das mudanças na vida da guria, essa coisa toda e tals (ainda tá aí, povo?).

- Meus dedinhos, meus dedinhos,
onde estão?
Então, vai rolar altas confusões #sessãodatarde com esse exu que vive dentro da caixa e a pequena demente libertou e agora tá lá, se apossando da infante. O pai, a mãe, e a irmã, CLARO, procurarão ajuda médica e não vai dar jeito neçapoha, então eles apelam pra o espiritual, até que um judeu-rabino-religioso-sejaláqueporrafor vai fazer uma sessão de exorcismo improvisada pra despachar o capeta do corpo da guria. Vai rolar uns efeitos especiais bem ordinários aqui e ali pra colocar o troço dentro da caixa de nuevo, uma cena surpresa de impacto final pra deixar aquela continuação e... FIM.

Eu não sei como qualificar essa aberração mal filmada, mal desenvolvida, sem nenhuma criatividade e atolada de clichês. É porta batendo, é aquela cena de espelho que você já viu 22465823256231 vezes e não aguenta mais, é briga de marido e mulher, é guria possuída aloprando todo mundo, é música tensa que sobe NAQUELE MOMENTO... Tudo bem rapidinho, tipo aquele capítulo de série estilo Contos da Crypta sabe gente... só faltou o vômito verde e o crucifixo. OPA! Não tem vômito verde, tem vômito de inseto, tem vômito de dedo e vômito de exu. E tem crucifixo também! LOL

Ai minha nossa senhora da Linda Blair! SOCOORRRROOOOO!!!

Cotação: 0/5

Alguém chame o Father Merrin pra exorcizar esse exu de quinta categoria! Não sou obrigada a suportar esse lixo, sorry.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...