terça-feira, 19 de março de 2013

Colossus 1980 - 1970 (Colossus: the Forbin project, 1970)




Título Original: Colossus: The Forbin Project
Ano de lançamento: 1970
Direção: Joseph Sargent
Roteiro: James Bridges, D.F. Jones
Elenco original: Eric Braeden,Susan Clark, Gordon Pinsent, William Schallert, Leonid Rostoff, Georg Stanford Brown, Willard Sage, Alex Rodine, Martin E. Brooks, Marion Ross
Sinopse: Durante a guerra fria, os Estados Unidos decide construir um super computador e lhe entregar todo o comando dos sistemas de defesa, inclusive os mísseis nucleares. O computador acaba por desenvolver vontade própria e entra em contato com o computador russo, semelhante a ele. Os dois se unem e, chegam a conclusão de que, para o próprio bem da humanidade, esta deve lhes prestar obediência e evitar assim a auto-destruição. Com o comando das armas nucleares, os computadores conseguem, ao menos aparentemente, triunfo em seus objetivos.

Por Jason

No clássico de ficção Colossus 1980, cuja refilmagem já foi anunciada com o nome de Will Smith envolvido nos crédiots, o computador Colossus é considerado perfeito e foi criado para controlar o sistema de defesa dos EUA. Não tem sentimentos, não tem emoções, não tem ódio  Funciona sem intervenção humana e tem suas próprias defesas, é auto suficiente, se protege e se alimenta, sendo invulnerável.  A questão é se Colossus é dotado de razão e capaz de pensar. Os homens acham que não, que é apenas uma máquina, trabalhando com cálculos matemáticos. Mas Colossus acaba descobrindo Guardian, um sistema semelhante ao seu que está localizado na Russia e exige que exista uma conexão entre os dois. Ambos começam a conversar de forma matemática e distante da compreensão humana. A conexão permite que ambos ampliem seus conhecimentos e a inteligência. 

A tensão começa na metade do filme, quando a comunicação entre os dois é cortada. Colossus exige que ela seja restabelecida  mas o presidente dos EUA nega para tentar passar a máquina a ideia de que os humanos são superiores a ela e eles devem obedece-la. Em represália  Colossus, que controla o sistema de defesa do país, lança um míssil contra o país, fazendo todo mundo correr contra o tempo para conseguir interceptar. Em seguida, ambos os países terão que encontrar uma forma de parar os dois computadores fora de controle uma vez que eles tem os sistemas de defesas sob as ordens deles. O computador começa a invadir a vida pessoal do seu criador, tal qual um programa de televisão como o Big Brother, fiscalizando sua vida, ao passo que o personagem tenta ganhar a sua confiança e driblar a proteção de Colossus para invadir o sistema do super computador e parar, já que ele decide apontar misseis para os países onde ainda não exerce controle.

Inevitável perceber o quanto James Cameron bebeu dessa fonte - e a cinesserie Terminator - para montar a sua rede Skynet, que ganhou consciência própria e aniquilou a raça humana em O exterminador do futuro. Tanto Colossus quanto a Skynet partem da mesma premissa  - a tecnologia como algo nocivo ao ser humano e máquinas se desenvolvendo conscientemente e se rebelando contra a humanidade. A diferença está na concepção humana de Colossus e Guardian. Isso porque ambos os computadores trocaram informações e dados intensos e decidem que o melhor a fazer é transformar os humanos como servos, controlando-os rigorosamente, eliminando suas armas, para evitarem uma aniquilação do planeta - o período do filme é o da guerra fria entre EUA e Russos, que forçam um acordo entre ambos para poderem resolver o problema.

A ideia, o argumento e o roteiro do filme são brilhantes e bem desenvolvidos. Há uma tensão constante desde o momento em que os computadores se conectam e o computador começa a fazer exigências. O que prejudica o desenrolar da trama é que o filme é quase todo rodado dentro de ambientes fechados e seu ritmo por vezes é massacrante.  Datado miseravelmente, com sua direção de arte que envelheceu horrores, é visualmente o típico filme de ficção dos anos 70 - quase toda ficção da época imaginava computadores se comunicando em salas grandes, quadradas, claras, cheias de bancos de luzes como se fossem naves espaciais e monitores de televisão enormes de estética ultrapassada - além de máquinas que mais parecem Game Station de shopping center. O que segura a atenção do começo ao fim é a expectativa em torno do que acontecerá com os dois computadores e, claro, com os seres humanos. 

O final, para coroar a trama inteligente, é chocante.

Cotação: 4/5

Clássico, cuja execução envelheceu, mas o tema se mantém novo em folha.

Filme completo no link abaixo:

19 comentários:

  1. After 46 years, this movie came again into my mind. I saw it in Porto Alegre city, South of Brasil. Fortunetely, I have remmenbered the word "Colossus" and search for it at the miraculous Internet. Luis Carlos Balreira. World president of the Brazilian Scientific Legion.Manaus/Amazonas/Brasil.



    ResponderExcluir
  2. After 46 years, this movie came again into my mind. I saw it in Porto Alegre city, South of Brasil. Fortunetely, I have remmenbered the word "Colossus" and search for it at the miraculous Internet. Luis Carlos Balreira. World president of the Brazilian Scientific Legion.Manaus/Amazonas/Brasil.



    ResponderExcluir
  3. OS CIENTISTAS, UMA VEZ NO PODER POLÍTICO, PODERIAM RESOLVER TODOS OS GRAVES PROBLEMAS ATUAIS DA HUMANIDADE. Sem dúvida alguma, os cientistas poderão solucionar todos os problemas da humanidade, mas para isso temos que retirar os políticos e as organizações convencionais e tradicionais do Estado e colocar os cientistas no poder. Por exemplo, rapidamente podemos resolver problemas de saúde pública, de moradia, de lixões a céu aberto ou de aterros sanitários, coleta não seletiva, despesas com coleta de lixo, corrupção entre empresas coletoras e funcionários públicos, movimentação de caminhões de lixo nas cidades, a vergonhosa condição social dos catadores de lixo, etc. Basta que o Governo Científico crie uma lei que disponibilize pequenas áreas nos dois lados de todas as rodovias e ferrovias do Brasil. Nela serão depositados todos os restos de alimentos das cidades, com objetivo de compostagem, fertilização do solo, assentamento e economia de subsistência familiar. Os caminhões de lixo, portanto, diariamente só recolheriam restos de comida. Esses restos seriam depositados num só local de cada quarteirão, ou seja, a população levaria os restos de comida até esse contêiner ou contentor onde um caminhão truck recolheria fácil e rapidamente. Os ônibus e trens de linha, intermunicipais e ou interestaduais, teriam um reboque ou vagão, respectivamente, adaptados só para deixar esse material progressivamente ao longo das rodovias e ferrovias. Uma breve parada resolveria o serviço sem atrasar os passageiros. Os outros tipos de lixo, reduzidos de melhor forma possível, seriam recolhidos 2 (duas) vezes por mês. Isto é apenas um exemplo simples daquilo que os cientistas fariam se já estivessem no poder político e administrativo do Brasil (e do mundo). Luís Carlos Balreira. Presidente mundial da Legião Científica Brasileira.


    ResponderExcluir
  4. OS CIENTISTAS, UMA VEZ NO PODER POLÍTICO, PODERIAM RESOLVER TODOS OS GRAVES PROBLEMAS ATUAIS DA HUMANIDADE. Sem dúvida alguma, os cientistas poderão solucionar todos os problemas da humanidade, mas para isso temos que retirar os políticos e as organizações convencionais e tradicionais do Estado e colocar os cientistas no poder. Por exemplo, rapidamente podemos resolver problemas de saúde pública, de moradia, de lixões a céu aberto ou de aterros sanitários, coleta não seletiva, despesas com coleta de lixo, corrupção entre empresas coletoras e funcionários públicos, movimentação de caminhões de lixo nas cidades, a vergonhosa condição social dos catadores de lixo, etc. Basta que o Governo Científico crie uma lei que disponibilize pequenas áreas nos dois lados de todas as rodovias e ferrovias do Brasil. Nela serão depositados todos os restos de alimentos das cidades, com objetivo de compostagem, fertilização do solo, assentamento e economia de subsistência familiar. Os caminhões de lixo, portanto, diariamente só recolheriam restos de comida. Esses restos seriam depositados num só local de cada quarteirão, ou seja, a população levaria os restos de comida até esse contêiner ou contentor onde um caminhão truck recolheria fácil e rapidamente. Os ônibus e trens de linha, intermunicipais e ou interestaduais, teriam um reboque ou vagão, respectivamente, adaptados só para deixar esse material progressivamente ao longo das rodovias e ferrovias. Uma breve parada resolveria o serviço sem atrasar os passageiros. Os outros tipos de lixo, reduzidos de melhor forma possível, seriam recolhidos 2 (duas) vezes por mês. Isto é apenas um exemplo simples daquilo que os cientistas fariam se já estivessem no poder político e administrativo do Brasil (e do mundo). Luís Carlos Balreira. Presidente mundial da Legião Científica Brasileira.


    ResponderExcluir
  5. MANIFESTO DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA (PARTE II)

    Todas essas maravilhas que os cientistas deram à humanidade – apesar das intensas e perversas perseguições das castas religiosas aos cientistas através dos séculos – não lhes deram o poder político e administrativo, poderes estes dominados através dos tempos por xamãs, guerreiros, reis, imperadores, generais, sacerdotes, coronéis de barranco, empresários, advogados, radialistas, apresentadores de Televisão, dentre outros, incapazes de solucionar os graves problemas da humanidade.
    A Legião Científica Brasileira se propõe justamente a mudar a condição humana atual, a qual faz com que a humanidade, como um todo, marche, a passos largos, para um abismo degradante e devastador, com bilhete só de ida; a menos que os cientistas assumam, de uma vez por todas, os destinos da humanidade. Os cientistas não deverão jamais permanecer na condição de capacho nos porões das mansões, como acontece na revista infantil “Riquinho”, e relegados a um último plano de poder político e estatal; isto acontece justamente porque os cientistas são uma ameaça a todos o tipo de canalha que infesta o mundo dos seres humanos bons e corretos.
    Muito antes do que supõe nossa vã filosofia, a humanidade será assolada pela fome e pelas doenças advindas da poluição, da queda dos níveis de oxigênio, e das doenças que se espalham entre os animais e os humanos. Consequentemente, se estabelecerão genocídios jamais vistos na história, cuja violência extrema causará inveja aos “livros sagrados”. Somente os cientistas têm condições de reverter o terrível destino que aguarda a humanidade, colocando ordem, organização, racionalidade e dignidade social e ambiental, de modo generalizado ou global. LUÍS CARLOS BALREIRA. Presidente Mundial da Legião Científica Brasileira.

    ResponderExcluir
  6. MANIFESTO DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA (PARTE I)

    O ESTADO CIENTÍFICO – A Legião Científica Brasileira (LCB) foi idealizada para constituir-se na grande organização sonhada pela humanidade desde o advento da mentalidade iluminista, isto é, o sonho de uma sociedade global, sábia, inteligente, organizada, fraterna, livre e pensadora. Hoje, porém, em pleno século XXI, a humanidade vive em um lamaçal de desordem, desorganização, violência, genocídios e guerras teológico-culturais; e todos são afetados por esse caos socioeconômico.
    A LCB acredita que somente os cientistas poderão tirar os seres humanos e o meio ambiente dessa vergonhosa condição atual. Para isto é necessário conceder-lhes o poder político-administrativo, bem como expulsar, para sempre, os canalhas e crápulas que estão se revezando no poder há séculos. As inspirações e aspirações da Legião estão alicerçadas em palavras tais como liberdade, social-liberalismo, ciência, tecnologia, dignidade humana, e direitos fundamentais dos bons cidadãos, dos indivíduos de boa índole, que vivem em harmonia social.
    Cabe salientar que as tentativas de resolver as condições de pobreza e miserabilidade humanas através do comunismo têm fracassado através dos tempos e sempre fracassará, já que tal sistema político pode nivelar o total de uma sociedade somente por baixo, isto é, mal e parcamente com as necessidades mais básicas de sobrevivência. O desmoronamento da União Soviética e a opção chinesa pelo capitalismo foram provas definitivas do desastre que é o Comunismo.
    Os modelos de sociedade que inspiram a Legião Científica Brasileira são países como Suécia, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Holanda, dentre outros, isto é, aqueles países que mais se aproximaram da dignidade humana em todo o planeta, em todos os tempos. O Brasil tem potencial para ser um dos melhores países do mundo para se viver. Para isto é necessário expulsar para sempre os canalhas e corruptos que infestam todos os poderes da “República”.
    Toda pessoa que tem um nível razoável de conhecimento e ou escolaridade sabe que os cientistas são os maiores benfeitores da humanidade; se não fossem eles a humanidade estaria num lamaçal muito mais grave e aterrorizante, dominado pelos fanáticos religiosos, pelas teocracias, pelos fundamentalistas e radicais. A ciência é, sem dúvida alguma, a grande defesa da humanidade contra a ignorância, a superstição e o misticismo.
    Ciência e tecnologia são as verdadeiras divindades da humanidade, elas nos deram eletricidade, anestésicos, vacinas, medicamentos, métodos anticoncepcionais (desdenhados pelo Terceiro-Mundo, por influência das castas religiosas fanáticas e seus asseclas), transportes, os meios de comunicação, os satélites artificiais, enfim milhões de dádivas e benefícios. Não é a polícia e o Poder Judiciário que resolvem os crimes e sim os cientistas, que descobriram as impressões digitais, o DNA, as câmeras de vigilância, e centenas de outras descobertas para desmascarar criminosos e puni-los apropriadamente. Mesmo assim a “Justiça” não gosta de ver criminosos presos. Reina a impunidade e a vergonha no Poder Judiciário brasileiro, num desrespeito brutal às vítimas dos facínoras. LUÍS CARLOS BALREIRA. Presidente Mundial da Legião Científica Brasileira.

    ResponderExcluir
  7. AMIGOS E ENTUSIASTAS DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA, DE TODO O MUNDO. Em breve estaremos nos comunicando com você, convidando-o para participar da Legião Científica Brasileira, Legião Científica Brasileira Internacional e ou do Templo do Profetas Cientistas. O propósito destas organizações é transferir democraticamente e pelo voto majoritário o poder político e administrativo para cientistas do bem. Os cientistas são considerados os maiores benfeitores da humanidade. Somente eles poderão solucionar com eficiência e eficácia os grandes e graves problemas da humanidade. Nossos profetas são os grandes cientistas do passado.
    Eu, Luís Carlos Balreira (LCB ou LUCAB), presidente mundial das Legião Científica Brasileira, da Legião Científica Brasileira Internacional e do Templo dos Profetas Cientistas estou publicando na Internet e no Facebook todas as minhas ideias e propostas para uma admirável sociedade nova, que nos livrará deste mundo pavoroso governado por políticos corruptos e ou incompetentes ou incapazes, bem como por fanáticos religiosos e por organizações criminosas.
    Você, amigo do Facebook, Google, Internet, poderá criar um núcleo da Legião e ou do Templo e convidar amigos para participar. Todos os meus textos estarão à sua disposição. Você deverá arrecadar fundos e administrar com responsabilidade o orçamento. Após dois anos, os núcleos ou células bem-sucedidos deverão enviar 5% (cinco por cento de seu orçamento para a Sede Mundial da Legião e do Templo.
    Eu, LCB, estarei muito bem identificado para evitar que impostores e estelionatários se apropriem de nossos recursos, os quais servirão para transformar o mundo, em direção a uma sociedade mundial, próspera, onde organizações criminosas, facínoras, assassinos, serial killers e todos os demais destruidores da sociedade e das pessoas do bem vão desaparecer da face da terra. Até mais. Atenciosamente, L.C.B.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. O HORROR, O HORROR. Ótima página, muito bem desenhada e com ótimos conteúdos. O Mundo está precisando do Colossus para acabar com as canificinas religiosas que duram milhares de anos. Obrigado por aceitar meus textos. Atenciosamente, L.C.Balreira.

    ResponderExcluir
  10. OS DEZ COMPROMISSOS DOS LEGIONÁRIOS DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.
    1. Ser honesto e usar o melhor de seu discernimento, compreensão e ponderação para com as pessoas do bem, mesmo em circunstâncias ou condições adversas;
    2. Amar a Ciência e a Tecnologia na qualidade de profetizas maiores do Planeta Terra e do Cosmos;
    3. Admirar os Cientistas do Bem, na qualidade de maiores benfeitores da Humanidade;
    4. Realizar reuniões da Legião Científica Brasileira, com a maior frequência possível;
    5. Abordar nas reuniões da Legião temas referentes aos planos da Ciência e da Tecnologia em benefício da humanidade, estudando a vida dos grandes cientistas, vendo filmes relacionados à ciência, à ficção científica, às invenções e descobertas do passado e do presente;
    6. Os legionários da Ciência devem explorar as necessidades tecnológicas futuras que possam ir ao encontro do bem-estar e da dignidade dos seres humanos do bem;
    7. Difundir a importância do ateísmo no Conhecimento, na Ciência, na Tecnologia e na dignidade biopsicossocial dos indivíduos das nações avançadas (O Terceiro Mundo deve seguir o mesmo caminho);
    8. Estudar os textos de Luís Carlos Balreira, presidente mundial da Legião Científica Brasileira, da Legião Científica Brasileira Internacional e do Templo dos Profetas Cientistas, seguindo suas orientações, entendimentos, ideais e determinações;
    9. O legionário científico dever fazer tudo o que estiver ao seu alcance para proporcionar segurança, tranquilidade e bem-estar aos cientistas do bem, e dos familiares ou entes queridos dos mesmos;
    10. O legionário científico não deve perder uma só oportunidade para trabalhar em prol da transferência pacífica e democrática do poder político e administrativo global para os cientistas do bem. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA INTERNACIONAL E DO TEMPLO DOS PROFETAS CIENTISTAS.



    ResponderExcluir
  11. THE TEN COMMITMENTS OF THE LEGIONARIES OF THE BRAZILIAN SCIENTIFIC LEGION.
    1. Be honest and use the best of your discernment, understanding and consideration for good people, even in adverse circumstances or conditions;
    2. To love Science and Technology as the greatest prophetesses of Planet Earth and the Cosmos;
    3. To admire the goog scientists, as the greatest benefactors of Humanity;
    4. Hold meetings of the Brazilian Scientific Legion as frequently as possible;
    5. Address at the meetings of the Legion subjects related to the plans of Science and Technology for the benefit of humanity, studying the life of great scientists, watching films related to science, science fiction, inventions and discoveries of the past and the present;
    6. Legionaires of Science should exploit future technological needs that may meet the well-being and dignity of human beings of good;
    7. Disseminate the importance of atheism in the Knowledge, Science, Technology and the biopsychosocial dignity of the individuals of the advanced nations (Third World countries should follow the same way).
    8. Study the texts of Luís Carlos Balreira, world president of the Brazilian Scientific Legion, the Brazilian International Scientific Legion and the Temple of the Scientist Prophets, following their guidelines, understandings, ideals and determinations;
    9. The scientific legionary must do everything in his power to provide security, tranquility and well-being to the scientists of the good, and the relatives or loved ones of them;
    10. The scientific legionary should not miss a single opportunity to work for the peaceful and democratic transfer of global political and administrative power to good scientists. LUÍS CARLOS BALREIRA. WORLD PRESIDENT OF THE INTERNATIONAL BRAZILIAN SCIENTIFIC LEGION AND THE TEMPLE OF THE SCIENTIST PROPHETS.



    ResponderExcluir
  12. 23.05.2017
    UM MERCENÁRIO CANALHA CHAMADO RICARDO MOLINA: A DESTRUIÇÃO IMPLACÁVEL DA JUSTIÇA OCIDENTAL POR MEIO DO DIREITO E DA JURISPRUDÊNCIA (Parte I). O mais recente canalha do Direito e da Jurisprudência surgiu no cenário nacional no caso “Temer versus Joesley”. Ainda não sabemos por quantas barras de ouro esse canalha vendeu sua alma a essa justiça mutante e monstruosa dos mártires dos últimos dias. O “perito” patife teve a audácia de comparar a gravação com um pedaço de carne parcialmente podre. Afirmou que toda a carne deveria ser jogada no lixo. Que canalha! Sabemos que dezenas de milhares de crimes no mundo todo foram elucidados a partir de fragmentos, cabelos, fuligem, pingos de sangue, pelos de animais, sementes, pupas de insetos, fragmentos de DNA, lascas minúsculas de tinta. Esse canalha travestido de “cientista” na certa não resolveria crime algum sem a presença, na cena do crime, do criminoso em pessoa, do cão por inteiro e não somente de um pelo seu. Esse patife mercenário exigiria várias latas de tintas do respectivo fragmento suspeito; na certa, requisitaria como prova uma floresta inteira e não apenas uma só semente. Tal perito bestial e anticientífico procuraria por um enxame de insetos e não somente um ovo ou uma pupa. Minha nossa! Como é possível a existência de tantos canalhas e nulidades em uma só República? O Direito e a Jurisprudência tornaram-se um campo super minado na busca da Justiça. Sem dúvida alguma, a estarrecedora e catastrófica infidelidade do Poder Judiciário brasileiro à justiça é uma tragédia imensurável, reflexo de um processo involutivo monstruoso da Justiça Ocidental como um todo. Advogados criminalistas enriquecem e se tornam poderosos com a criminalidade e a impunidade reinantes nos Campos Elíseos da Justiça. A justiça ocidental dos novos tempos tornou-se mais relativa que a relatividade de Einstein. Tudo em favor da garantia de emprego, renda e fortuna dos profissionais do Direito, os advogados, formados aos milhões pelas universidades do mundo todo, numa desastrosa linha de produção onde a ética e a moral não são peças incluídas no produto final. Tanto no Direito, na jurisprudência ou na religião você pode, num passe de mágica, transformar água em vinho, em favor do criminoso. A Justiça tornou-se refém e escrava do oportunismo e do corporativismo judiciário. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE DA LEGIÃO CIENTÍFICA INTERNACIONAL.

    ResponderExcluir
  13. 23.05.2017
    UM MERCENÁRIO CANALHA CHAMADO RICARDO MOLINA: A DESTRUIÇÃO IMPLACÁVEL DA JUSTIÇA OCIDENTAL POR MEIO DO DIREITO E DA JURISPRUDÊNCIA (Parte II). A conspiração do Direito internacional e nacional dos últimos 50 anos é aterroradora. Decretos legislativos dos Organismos Internacional são acatados do dia para noite em vastas geografias políticas do planeta sem que os cidadãos atingidos saibam a origem, a razão, a lógica, a utilidade e o benefício dos mesmos para a sociedade. Dentre milhares de exemplos sinistros, temos a política das drogas que defende o viciado, mas continua deixando existir, na prática, o tráfico; impunidade para menores criminosos; criminosos comprovados respondendo em liberdade, ressocialização de monstros que jamais chegaram a se “socializar”; benefícios de todos os tipos, saidinhas no dia das mães para assassinos que mataram as próprias mães. Foro privilegiado, prescrição de crimes, paralisia judiciária, monopólio da “Justiça” por um Supremo Tribunal Federal político, religioso, incompetente, lerdo, alienado, arcaico, ineficiente e ineficaz. Poderíamos aqui ficar elencando situações em milhares de páginas. Porém, não é necessário, todos os brasileiros já conhecem as monstruosidades da “Justiça” brasileira, contra as vítimas em favor dos facínoras. No Brasil, desde as Diretas Já, advogados ganham fortunas com seus clientes corruptos, estelionatários e traficantes. A corrupção policial, política e jurídica não cansam de causar espanto e terror à população do bem. Vale a pena mencionar algo que a população, de modo geral, na presta atenção e a grande mídia sequer duvida. Trata-se do poder ditatorial de Organismos Internacionais. A apologia ao patrimônio histórico de repente se espalhou mundo afora. Milhões de prédios fantasmagóricos e insalubres, como aqueles da cracolândia de São Paulo, ou mil vezes em piores situações degradantes, passaram a ser venerados como totens sagrados. Os usos e abusos dos advogados e juízes em nome da Justiça são assombrosos. O oportunismo da antijustiça e da antidemocracia é galopante e insaciável. O diabólico e corrupto Estado brasileiro dos últimos 30 anos permaneceu observando tudo, sorrindo, mergulhado na canalhice e na corrupção. Quanto mais o povo grita por justiça contra a impunidade dos facínoras mais o Estado velhaco e infame enfia sua cabeça podre e corrompida no buraco da irresponsabilidade. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE DA LEGIÃO CIENTÍFICA INTERNACIONAL.


    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. 01.08.17
    LAVA-JATO, A MAIOR FRAUDE, O MAIOR EMBUSTE, O MAIOR ESTELIONATO JURÍDICO DE TODOS OS TEMPOS! Quem ainda não percebeu que saiba logo: a operação Lava-Jato, com suas inúmeras e intermináveis fases foi idealizada para causar o menor prejuízo possível nas 3 castas dominantes do Brasil, ou seja, Executivo, Legislativo e Judiciário. Essa operação já existe há quase 4 anos. Quantos larápios foram encarcerados definitivamente? Durante 30 anos essas famigeradas quadrilhas oficiais assaltaram os cofres públicos. Quase 5 mil e seiscentos municípios roubando o dinheiro público. A Grande Mídia enriquecendo com as propagandas, patrocínios, empréstimos em bancos públicos, etc. A Grande Mídia brasileira é mais rica que as dos países do Primeiro Mundo. Observem sua superestruturas! As religiões jamais ganharam tanto dinheiro quanto nesses 30 últimos anos. Templos que daria inveja a Nabucodonosor erguem-se do dia para a noite. No circo neandertalense do futebol também rola bilhões de Reais, enquanto que na pesquisa científica brasileira faltam tostões. E a “Justiça”, então, jamais houve tanta corrupção, mordomias e supersalários tão escandalosos! Por que o Poder Judiciário colocou somente jovens para “Combater a corrupção” via Lava Jato? Quantas raposas velhas e corruptas do Poder Judiciário estão encarceradas? Promotores? Juízes? Desembargadores? Ministros dos tribunais de Conta? Senadores? Deputados? Prefeitos? Presidentes? Quem pensa que a corrupção parou está muito enganado. Temer parou? Aécio Neves parou? Aldemir Bendine parou? Só no Congresso Nacional são cerca de 500 larápios. Sabemos todos que só a pena de morte poderia fazer com que esses rapinantes pensassem 2 vezes antes de assaltar os cofres públicos. Mas o Brasil é um país cristão, não é mesmo? É a “terra do amor cristão”, do “virar a outra face”, do “perdão”, do “é dando que se recebe”, da “ressocialização”. Dezenas de milhares de idosos do país da “Constituição Cidadã”, por exemplo, estão morrendo à mingua. Para conseguir um miserável salário mínimo eles têm que passar por uma via crucis burocrática. Precisam ser investigados pelo CRAS (Centro de Referência da Assistência Social). Depois disso, o idoso vai enfrentar o INSS. Sempre lotado. Fica horas esperando para ser atendido. Depois de tudo, prometem a ele 45 dias de prazo, porém meses podem se passar e vir uma resposta negativa. Enquanto isso, o chefe da quadrilha do Estado Brasileiro distribui bilhões para seus comparsas, sob o título de Emendas Parlamentares, outra fonte da corrupção e do “desvio”, de obras inacabadas, do superfaturamento, dos equipamentos novos deixados para apodrecer. Tudo feito às pressas para a realização da mágica do desaparecimento do dinheiro suado dos brasileiros. Lava Jato é, portanto, a maior novela já produzida no Brasil; há três anos, a maior concorrente das novelas de 5ª categoria que a Grande Mídia brasileira costuma apresentar às massas. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.


    ResponderExcluir
  16. 04.07.17
    BIG BANG, MOBY DICK, CAPITÃO AHAB, ESTADO BRASILEIRO. O capitão Ahab disse para seu opositor, o imediato Starbuck, que a iminente luta contra Moby Dick estava escrito há bilhões de anos, muito antes da existência do mar que eles estavam navegando; que, portanto, era algo inevitável. Da mesma forma, parece que estava escrito que os 3 Poderes da República brasileira iriam destruir o povo brasileiro com sua corrupção, incompetência, corporativismo, oportunismo e fisiologismo. Estava escrito no Big Bang. Ninguém conseguiu evitar 3 décadas de roubalheiras e assaltos aos cofres do povo. As promessas e vantagens que Ahab prometeu à tripulação do navio The Pequod são semelhantes àquelas que Temer ofereceu aos deputados corruptos, ou seja, emendas parlamentares, cargos, funções e, muito provavelmente, dinheiro, haja vista que muitos bilhões ainda estão escondidos. A câmara dos deputados enlouqueceu, tal qual a tripulação do Pequod, desafiando a vontade de 90% da população brasileira, num comportamento mercantil ilimitado, enlouquecido, imediatista, totalmente insano. É o Estado corrupto e incompetente que permite que as organizações criminosas nasçam, cresçam e se tornem poderosas. Os sistemas judiciários ocidentais tornaram-se monstruosidades aliadas do crime e da barbárie. Os advogados ganham milhões em honorários de seus clientes criminosos. Promotores, juízes, desembargadores, ministros, são, antes de tudo, advogados. Advogados são corruptos por natureza, pois não têm compromissos com a Justiça e sim com seus clientes. Cabe lembrar que pessoas inocentes não deveriam jamais precisar de um advogado. É mais uma falha do Estado com seus cidadãos. De que vale o tão falado e propalado “Contrato Social”. Para o Estado tudo, para o “Bom Selvagem” nada? Os membros do Judiciário, além de receberem supersalários e magnânimas mordomias, podem fazer biscates e vender sentenças à vontade que nada de mal lhes acontece. De uma hora para outra, o filho traficante e mafioso da desembargadora adquire problemas mentais e se torna inimputável. A própria mamãe vai pessoalmente tirar seu bebê para fora das grades. Eles não estão nem aí para as desgraças da população do bem, assaltada diariamente pelos criminosos do colarinho branco e pelos bandidos sem foro privilegiado. Está tudo dominado. Para que o povo possa restaurar a ordem, o progresso e a Justiça, dezenas de milhares de cabeças de corruptos teriam que rolar. Mas o povo brasileiro, desde a mais tenra idade sofreu uma lavagem cerebral para virar a outra face para seus algozes. O povo tem até medo em falar de pena de morte para os facínoras da política. Os corruptos dos 3 poderes conhecem bem as fraquezas do povo. Está tudo perdido. O Brasil será eternamente o país do futuro, está escrito nas estrelas. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir
  17. 10.08.17
    DEUSES ASTRONAUTAS E ALIENÍGENAS DO PASSADO: CONTOS DE FADAS PARA ADULTOS QUE NÃO TIVERAM INFÂNCIA. Coisa alguma que venha do Universo ou Cosmos pode ser coisa boa. Em todo e qualquer rincão do Universo onde houver matéria, força forte, força fraca, força gravitacional e força eletromagnética, haverá revolução, violência e ou digestão. Onde houver vida haverá carnificina, luta por território e poder. Até mesmo a matéria, os astros ou reino mineral lutam pelo domínio do espaço sideral. Os átomos, as moléculas, as substâncias, os elementos, os ventos cósmicos, as tempestades, são da mesma origem nos quatro cantos de todas as galáxias. De modo simplista, podemos dizer que o Universo é uma “panela de pressão” feita de matéria escura, cozinhando uma sopa de matéria (galáxias, constelações, nuvens, etc.) sob a coação de energia escura. A válvula dessa panela é aquilo que os cientistas chamam de “Grande Atrator”. Embora as religiões tenham sequestrado e mantido a Ciência em cativeiro durante 40 mil anos, no mínimo, os cientistas, em comparação com os fanáticos e fundamentalistas, evoluíram muito e muito rapidamente, desde Galilei. Entretanto, ainda não sabemos os limites desse contentor cósmico e o que há fora de seus limites. Porém, não creio que nenhum Deus ou Alienígena astronauta, do passado ou do presente, também saiba. Na verdade, esses deuses eram tão estúpidos que nem mesmo conheciam bem a geografia do próprio planeta Terra. Se sabiam ficaram quietos, não revelaram nada a profeta, médium, guru, ou a qualquer outros seres “iluminados” apresentados pelos teóricos dos antigos astronautas. Jeová ou Jesus Cristo não falaram nada sobre o Continente americano. Milhares de anos depois da bíblia, um Cristóvão Colombo implorou muito por um patrocinador. Porém, mesmo depois de ter chegado à América não sabia onde estava. Jamais soube. Aliás, os deuses dos primeiros habitantes das Américas também não avisaram aos pajés, xamãs e assemelhados que os cristãos europeus viriam para infernizar suas vidas. Também os deuses da África não avisaram aos orixás e babalorixás, ou a outros representantes divinos, que os cristãos iriam escravizar seus filhos em um outro continente, por 350 anos. Portanto, o bom senso aponta que os deuses astronautas não passam de contos infantis para adultos. Pelos meus cálculos – com base em variáveis da mecânica cósmica em relação as variáveis do planeta Terra e do nosso sistema solar – as chances de existência de um planeta com vida científica inteligente, igual ou superior a nossa é de 1 para 1 trilhão. Agora, vida inteligente alienígena, sobrenatural, divina, iluminada, etc., as chances de existência são de 1 para 50 trilhões. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.




    ResponderExcluir
  18. 14.08.17
    BRASIL, DATA MARCADA PARA MORRER. É facílimo perceber que o título deste comentário não é exagerado. Basta folhear as páginas históricas do Regime Militar de 1964 e verificar que as Forças Armadas Brasileiras com o poder absoluto que tinham não conseguiram em momento algum dos seus 20 anos de administração acabar com o terrorismo, com os sequestros, os assaltos a banco, muito menos com a roubalheira, com corrupção política, etc. Paulo Maluf já era ladrão naquela época. Mas poderíamos elencar milhares outros, tais como Adhemar de Barros e o ex-ministro da Justiça Ibrahim Abi-Ackel. Muitos desses canalhas deixaram suas sementes na política, haja vista que a República brasileira mais parece uma monarquia ou dinastia. O DNA criminoso permanece na política para aterrorizar o povo e a sociedade do bem. Hoje, as Forças Armadas não conseguem nem mesmo cumprir duas obrigações ou monopólios, ou seja, o controle de armamentos exclusivos do Estado e o comércio de dinamite ou explosivos. Para que tenhamos uma ideia daquilo em que o Brasil vai se transformar basta dizer que o militares brasileiros haviam assumido o país numa era de inocência. Hoje, as organizações criminosas dos três Poderes (“pessoas jurídicas”) e das “comunidades” estão 50 mil vezes mais poderosas, armadas e perigosas. A “Democracia” e o “Estado de Direito” são seus grandes trunfos nestes tempos de zorra total. A inteligência das 3 armas sabem disso e por isso mesmo não se atrevem a tomar o poder novamente para salvar o Brasil dos comunistas, dos capitalistas selvagens, dos corruptos e das organizações criminosas formadas por “pessoas físicas”. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...