segunda-feira, 18 de março de 2013

Planeta Tesouro - 2002 (Treasure Planet - 2002)




Título Original: Treasure planet
Ano de lançamento: 2002
Direção: Ron Clements e John Musker
Roteiro: Ron Clements, John Musker, Ted Elliott, Terry Rossio. Baseado no livro de Robert Louis Stevenson 
Elenco de vozes: Brian Murray, Joseph Gordon-Levitt, Emma Thompson, David Hyde Pierce, Martin Short, Patrick McGoohan 
Sinopse: Jim Hawkins (Joseph Gordon-Levitt) é um adolescente que encontra o mapa de um grande tesouro, escondido tempos atrás por um pirata espacial. Juntamente com alguns amigos, ele parte em uma grande nave espacial, que tem o formato de uma caravela, em sua busca. Porém, as maiores ameaças que enfrentará no decorrer de sua jornada não serão suficientes para prepará-lo para o pior: a inesperada traição de um de seus melhores amigos.

Por Jason

Não há muito do que se falar dessa animação. Com trama chupada de A ilha do tesouro, de Robert Louis Stevenson, Planeta Tesouro transfere a ação de embarcações marinhas para caravelas cortando nuvens de poeira estelar e planetas, envolvendo piratas siderais, robôs e alienígenas. A mistura, imaginativa, resultou curiosamente num composto enfadonho, sem emoção e sem personalidade. 

A fracassada animação, uma superprodução de 140 milhões de dólares, é rica em cores e visuais, misturando efeitos de animação normais com computação gráfica, como outro fracasso comercial, Titan AE. Sua estética mantém a qualidade das animações do estúdio do Mickey - não há o que se questionar nesse setor. A trilha sonora, embora não seja criativa e convidativa como nas outras animações, ao menos cumpre bem seu papel dentro da produção. Mas Planeta Tesouro, além de burocrático e sem graça, não tem o brilho nem a emoção das tradicionais animações Disney.

Como personagem principal, o jovem Hawkins, antes uma criança que se encantava com histórias de piratas e tesouros, acaba se envolvendo em uma aventura com um mapa estelar, que supostamente levaria quem o encontrasse a um tesouro escondido de Flint, um lendário pirata, num planeta. Hawkins vai se juntar ao Doutor Doppler, financiador da expedição, e a capitã com traços felinos Amélia para provar a sua mãe que não é apenas um problema em sua vida. A tripulação pertence na verdade ao vilão da trama, um pirata que está disfarçado dentro da embarcação esperando a hora de tomar seu posto e alcançar o tesouro.

Pode-se culpar o fracasso do filme por uma série de fatores, da mudança e crescimento de interesse do público por animações em 3D, da indecisão da trama entre ser um filme totalmente infantil ou tentar agradar aos adultos que levariam suas crianças para assisti-lo, dos personagens insossos e sem brilho, dentre muitos outros fatores. Mas é um fato que  falta aqui personalidade. 

A mistura de tipos de personagens exóticos e figuras descartáveis grita a todo instante. De um personagem idiota que se comunica através de sons de flatulência, que não é em nenhum momento engraçado, passando por uma geleia aloprada, um vilão insectoide descartado no meio do caminho, falta profundidade aos personagens de suporte. A coisa piora quando entra em cena o robô atrapalhado Ben - porque o filme não é em nenhum momento engraçado ou divertido e há uma tentativa forçada frustrada de transformar o filme em algo mais palatável ao publico infantil através desse personagem robô - tentativa que vai por água abaixo. 

Nesse espetáculo visual sem alma, o filme transpira fracasso do começo ao fim - me lembrou, inevitavelmente, outras produções da Disney, que inclui o porre "Atlantis" e o péssimo "John Carter", ou seja, o estúdio não aprendeu a lição. O personagem que se sobressai é o capitão ciborg, que desenvolve uma relação de amor e ódio com o jovem - e que acaba sendo morto. Não na animação propriamente dita. Pelo roteiro e pela maldição Disney de transformar tudo em festa ao final.

Cotação: 0/5

Deveria permanecer no limbo cinematográfico pelo resto da história do estúdio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...