sábado, 9 de março de 2013

Trilha Sonora - O príncipe do Egito



Por Jason

A trilha sonora do poderoso O príncipe do Egito mistura faixas cantadas e músicas instrumentais compostas por Hans Zimmer (oriundo de um sucesso da Disney, lembremos, "O rei leão") e Stephen Schwartz (de "Pocahontas") e pontuadas por outros grandes compositores atuais, como  John Powell, Gavin Greenway e Harry Gregson-Williams. A trilha foi indicada ao Oscar e recebeu o prêmio de melhor canção do ano, interpretada nas vozes marcantes das divas do pop e R&B Mariah Carey e Whitney Houston, a bela "When you believe".

A Dreamworks decidiu lançar três trilhas sonoras para o filme na época, sendo que apenas uma delas estava relacionada diretamente com o filme (as outras duas eram mais "experimentos" com outros gêneros). A confusão se deu na tentativa de atrair todo tipo de público. Era o ano de 1998 e a animação era uma das últimas em formato 2D - mas a primeira incursão dela no gênero - e o estúdio, ainda se arriscando no campo dos desenhos animados, estava diante de uma produção bíblica - o que não agrada a todo o tipo de audiência. Havia um problema maior - a indecisão do filme entre atingir um público alvo, sendo infantil ou adulto. É essa esquizofrenia atinge o conjunto lançado como trilha sonora "oficial" do filme.

"Deliver Us" é a preciosidade que abre a parte da produção instrumental, linda e tocante, como um grito de liberdade, com coro e a voz marcante de Ofra Haza e seu apelo às margens do Rio Nilo para que ele proteja Moisés, o futuro libertador daquele povo. É uma das melhores e mais vibrantes de todo o conjunto e, notem, casa bem com um filme épico, transmitindo grandiosidade a produção. Nota-se que os compositores dividiram tematicamente alguns personagens (Deus - na arrepiante "The Burning Bush", com o coral, que é linda e um dos destaques de Zimmer. Ela traz um tom suave, uma mistura fantasmagórica, brilhante e emocionante e estoura na metade para o final, fazendo a conexão com o povo egípcio na voz de Ofra Haza; Moisés - em "All I Ever Wanted"; O povo egípcio (em "Red Sea", em que Zimmer novamente mostra que tem talento, sensibilidade e originalidade, diferente das repetições que vem demonstrando ultimamente com os filmes do Nolan) e Ramsés (num dos pontos mais baixos, "Playing with the big boys"). O mesmo vale para a dança árabe  com lições religiosas para os infantes de "Through Heaven's Eyes", maravilhosa. Mas é "All I ever wanted", com a voz marcante de Amick Bryam, que surge para fazer a diferença nessa primeira parte, em um belo momento da produção (aliás, os melhores momentos da trilha são de Stephen Schwartz, responsável por "When You Believe", "Deliver Us", "Trough heavens eyes" também . 

Só que Hans Zimmer evoca o seu pior em "The Reprimand", misturando densidade e leveza numa faixa esquizofrênica, que começa de uma forma e termina de outra completamente diferente - óbvia, com instrumentos de corda, sopro e percussão. "Following Tzipporah" é a típica música egípcia e, embora não escape do composto, não acrescenta (assim como "Cry" ou o interlúdio "Rally". "The plagues" é exagerada e traz vocais que desequilibram com o restante da trilha sonora. 

Dentro do filme, a trilha sonora facilmente ganharia nota máxima. Fora do filme, no entanto, a dúvida em torno do lançamento do filme e das trilhas e os apelos do estúdio para que a produção alcançasse todos os tipos de público provocaram deslizes e subtrações que não deveriam ocorrer - pode-se encontrar a trilha sonora completa relançada posteriormente em edição especial, com mais faixas que foram retiradas e que tornariam o conjunto mais coeso. 

"When you believe", por exemplo, traz outra versão, cantada por Michele Pfeiffer e Sally Dworsky (a original do desenho, que engata perfeitamente em sequência com a maravilhosa "Red Sea"), uma vez que ambas foram usadas no filme (a versão com as cantoras pop sobe nos créditos). Mas a versão de "Through Heaven's Eyes" de Jojo é um elemento bizarro e estranho dentro da trilha oficial, assim como a canção de Boyz II Men, "I will get there". Uma prova de que menos pode ser mais.

Cotação: 3/5

Trilha sonora que traz momentos brilhantes de Hans Zimmer e Stephen Schwartz, lindas e inspiradoras canções, mas que peca pela irregularidade. 

Tracklist

• 1. The Prince of Egypt (When You Believe) - performed by Mariah Carey and Whitney Houston (5:05)
• 2. Deliver Us - performed by Ofra Haza and Eden Riegel (7:16)
• 3. The Reprimand* (4:05)
• 4. Following Tzipporah* (1:01)
• 5. All I Ever Wanted (With Queen's Reprise) - performed by Amick Byram and Linda Dee Shayne (2:51)
• 6. Goodbye Brother* (5:34)
• 7. Through Heaven's Eyes - performed by Brian Stokes Mitchell (3:42)
• 8. The Burning Bush* (7:18)
• 9. Playing with the Big Boys - performed by Steven Martin and Martin Short (2:53)
• 10. Cry* (3:50)
• 11. Rally* (0:43)
• 12. The Plagues - performed by Amick Byram and Ralph Fiennes (2:40)
• 13. Death of the First Born* (1:08)
• 14. When You Believe - performed by Michelle Pfeiffer and Sally Dworsky (4:05)
• 15. Red Sea* (5:15)
• 16. Through Heaven's Eyes - performed by K-Ci and Jo Jo (5:05)
• 17. River Lullaby - performed by Amy Grant (3:57)
• 18. Humanity - performed by the actor and singer ensemble (4:33)
• 19. I Will Get There (A Capella) - performed by Boyz II Men (4:21)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...