quarta-feira, 24 de abril de 2013

Invasores de Marte - 1986


Título Original: Invaders From Mars
Ano de lançamento: 1986
Direção: Tobe Hooper
Roteiro: Dan O'Bannon, Don Jakoby
Elenco: 
Karen Black, 
Hunter Carson, 
Timothy Bottoms

Sinopse: Um garotinho testemunha o pouso de um OVNI no campo vizinho à sua residência. Seu pai, pensando se tratar de um sonho, vai verificar e só volta na manhã seguinte, apresentando um estranho comportamento. Pouco a pouco, outros moradores da cidade caem na armadilha dos "invasores de Marte", sendo controlados, como zumbis, através de um dispositivo implantado em seus pescoços. Única testemunha ainda "humana", o garoto precisa sair em busca de ajuda antes que seja tarde demais. 
Remake de um clássico dos anos 50. 


Por Jason

O esquema da refilmagem de Os invasores de Marte, de Tobe Hooper, é praticamente igual ao original. Com a diferença que sai a subjetividade e o mistério na primeira parte e entra o espalhafatoso. Logo no começo, depois de uma chuva de meteoros, o menino presencia a chegada de uma nave espacial que parece um ovo de galinha gigante coberto por luzes de uma boate. O pai é abduzido e mantém uma marca na nuca, percebida rapidamente pelo menino - que também, como no original, nota que seu pai está com um comportamento estranho, com a diferença que aqui tudo parece um grande deboche, sem o clima de tensão do filme original. 

O pai do menino abduz a própria esposa. Hopper libera seu ar trash de vez ao mostrar a professora ranzinza do colégio de David comendo sapo. Diferente do original, David contará com a ajuda de uma simpática professora, que começará a desvendar o mistério em torno da história contada por ele.  No encalço do menino, a velha comedora de sapos e uma colega de classe. Sem querer, David vai parar no esconderijo dos aliens, debaixo da terra, onde encontra monstros de borracha de quatro patas bizarros e o cérebro tosco em forma de serpente que coordena a invasão dos marcianos. 

A partir daí, o exército entrará no meio da confusão para chutar as bundas dos marcianos e mandá-los de volta para o planeta de onde vieram. No meio disso tudo, o menino ainda baterá um papo com o cérebro alien num dos momentos mais bizarros do filme. O filme termina de maneira idêntica ao original, com o menino acordando de um pesadelo e retornando para a realidade da invasão alien.

Tudo no filme é trash. A trilha sonora do filme é um horror. Os efeitos especiais  são tão precários quanto os do filme original - e cora saber que o design deles foi realizado pelo mestre Stan Winston, que pouco mais tarde teria desenvolvido nada menos do que "O predador". Os marcianos, aliás, parecem pulgas gigantes de quatro patas, notavelmente roupas gigantes que vestem atores, sem muita mobilidade. Hooper os expõe sem a mínima cerimônia, incapaz de criar qualquer sensação de suspense e tensão como fez no clássico Poltergeist

Aliás, a falta de uma supervisão melhor do seu trabalho é refletida também nos atores, porque quase todos estão péssimos. O menino David, por exemplo, muitas vezes aparece rindo em cena - e isso vale para os coadjuvantes como Karen Black. A exceção é Louise Fletcher, como a Sra. McKeltch, perseguindo David, comendo sapo e sendo engolida por um marciano.  Fletcher, pode-se dizer, foi uma das atrizes amaldiçoadas por um Oscar, que ganhou pela sua atuação em "Um estranho no ninho" e nunca mais voltou ao prêmio. 

A última pá de cal vem com a montagem do filme, que é outro desastre: sem atmosfera de horror ou de suspense, a edição do filme é arrastada e fracassa em todas as cenas, deixando o produto final mais cansativo, engessado e insosso que o original.

Cotação: 1/5

Só vale pela curiosidade de saber como ficou a refilmagem e por Fletcher, a personagem mais interessante. O original ainda é melhor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...