domingo, 21 de abril de 2013

Oblivion - 2013



Título Original: Oblivion
Ano de lançamento: 2013
Direção: Joseph Kosinski
Roteiro: Arvid Nelson, Joseph Kosinski, Karl Gajdusek, Michael Arndt, William Monahan
Elenco: Tom Cruise, Olga Kurylenko, Morgan Freeman,
Sinopse: 2077. Jack Harper (Tom Cruise) é o responsável pela manutenção de equipamentos de segurança em um planeta Terra irreconhecível, visto que a superfície foi destruída devido a confrontos com uma raça alienígena. O que restou da humanidade vive hoje em uma colônia lunar. Jack irá para este local daqui a duas semanas, já que está perto de terminar seu trabalho na Terra. Só que, um dia, ele encontra uma espaçonave que traz uma mulher dentro. Ao conhecê-la, tudo o que Jack sabe até então é posto em dúvida. É o início de uma jornada onde ele precisará descobrir o que realmente aconteceu no passado.

Por Tia RÁ!

Acabei de ver esse filme e prometo não me estender nem sacrificar os meus pobres bbs mutantes que por aqui passam. Até porque não tem muito o que se falar do filme, né gente, vamo combiná...

Sobe!

Sabe, eu gosto dos cenários, toda aquela coisa apocalíptica reflexiva destrutiva, acho bapho. Tudo é muito bonitinho, tem cor de terra, tá tudo podre, acabado, detonado. Ok. Fotografia muito bunitinha, tem aquele lar doce lar branco clean mas a Terra, não, a Terra é suja, é imunda, é má (exceto a cabaninha de sapê de Jack que é toda no meio do verde, coisa lindinha).  Qualquer coisa que se mexe na Terra, POW, tiro pra dentro. Adorei aquelas sondas robôs, tenho mesmo que criar um troço daquele pra explodir o buraco de cidade que eu moro! Quero ser uma terrorista, Al Qaeda me contrata? LOL

Tom Cruise comeu muita placenta e continua fazível (EU VOU). Xover o que mais... Tem o Morgan Freeman, que pode aparecer de qualquer modo que a gente gosta né? A trilha sonora deve funcionar fora do filme, porque dentro dele deixou a produção com cara de anos 80-70-120 a.C. completamente OVER. Me vi em DUNA montando num verme gigante e acenando linda e maravilhosa cantando o tema de Priscila, uma galinha no deserto. Os efeitos especiais são tudo o que se espera de 120 milhões de dólares, tudo muito bem feitinho, fofinho, ROINC.

Desce!

Quem foi a anta que escalou aquela atriz para ser a Mica, povo? Mulher faz papel de clone no filme e fica com aquela cara de robô o tempo todo, né por nada não viu, mas tem que ver isso aí.... sonda robô mais expressiva do que ela! Adorei quando a clone foi vaporizada HAHAHAA MORRE DIABO!! 

E a Olga Kudivento, gente, comolidar com essa menina que tem essa eterna cara de nojo? Mulher acredita que é mais do que um par de olhos bonitos. É mais do que uma bond girl. Acredita que é uma ATRIZ. E eu finjo que acredito nela, entende? Porque ela parece uma ostra, reparem. Inexpressão define.

Mas nada superará o roteiro, produção. Pensem em algo sonolento? Vamos contar comigo? Se eu entendi bem, Jack tarra numa missão espacial pra contato lá na nave alien, que como clone ele acreditava ser uma central de comando que o levaria para Titã. kkkkkkkkkkkkkkk CHOKAY COM ESSA TROLADA!!! Os aliens fazem Star Wars e criam um exército de clones de Jack e Mica, os dois que adentraram a nave mãe. Certo? Certo. Mas antes de entrar, Jack libera sua mulher pra Terra que, misteriosamente, só vai cair lá sessenta anos depois (?). Mas num tarra perto da Terra? Ela foi passear aonde, em Júpiter? O clone de Jack encontra a mulher, ele tem sonho com ela, e ambos vão viver altas aventuras até Jack saber que é um clone e mandar a nave alien pelos ares. 

Agora mude a ordem disso batendo tudo no liquidificador. Coloque um romance vagaboondo de quinta categoria, um triângulo amoroso bem porquinho, misture clone, apocalipse, bomba nuclear, Mad Max, 2001 (Sally roubou o olho de HAL, povo?), Matrix, WallE, aliens, naves, flashback e vai que dá. FEEN. No meio desse engodo, Morgan Freeman vai entrar e sair - só pra explodir uma bomba, na verdade, porque fica difícil acreditar que ele foi chamado pra ser figurante de luxo. Melissa Leo, que ganhou Oscar pra nada, é outra que tarra no filme mas custei a identificar. O filme passa, dá sono, não movimenta, não desenvolve, se arrasta, agoniza. E tem o final disso. O final, povo. Quase uma novela de Gloria Perez, só faltou a Olga Kudivento ser traficada por aliens pra ser vendida no espaço. 

E num é que quase isso aconteceu?

Cotação: 2/5

Porque é bonito. Mas tentaram, tipo, fazer algo relevantchy e cagaram a poha toda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...