sexta-feira, 31 de maio de 2013

O fundo do mar - 1977


Título Original: The Deep
Ano de lançamento: 1977
Direção: Peter Yates. 
Eenco: Jacqueline Bisset, Nick Nolte, Dick Anthony Williams, Robert Shaw.


Por Jason

Na trama de "O fundo do mar", uma descoberta põe em risco a vida de dois mergulhadores, o casal Nick Nolte e Jacqueline Bissett, que descobrem uma ampola de morfina e um navio naufragado com uma carga preciosa. À medida que tentam descobrir mais sobre a descoberta, os dois são perseguidos por um traficante e se unem a um caçador de tesouros para tentar desvendar o mistério da origem dos artefatos.

Apesar de boas sequências filmadas embaixo d'água para a época (estamos falando de um filme de 1977) - que incluem o ataque surpresa de uma moreia, com boa iluminação e alguns momentos tensos, "O fundo do mar" sofre com a edição arrastada que não é capaz de dinamizar o filme, tornando a aventura sonolenta. Mesmo sendo dirigido por Peter Yates, que provou ser bom diretor com filmes bem editados - é o mesmo do clássico Bullitt e o ótimo Sob Suspeita -, o filme não anda e acaba se tornando desinteressante. A trama de mistério é sacrificada e o lugar, misterioso como as Bermudas, sequer ganha destaque e acaba não acrescentando nada - a trama envolvendo o tesouro é chata e massacrante.  

Não por acaso, a história é baseada em um livro do mesmo autor de Tubarão e Robert Shaw aqui parece fazer uma reprise do papel, acrescentando o fato de que seu personagem é um interesseiro que visa ficar com pelo menos metade da descoberta do tesouro e que o casal não se sabe se é possível confiar ou não nele. Para completar, em uma das sequências aquáticas, os heróis ficam presos debaixo d'água sem suprimento de ar enquanto os vilões atiçam os animais com sangue e carne, o que faz do autor da trama um apaixonado pelos bichos e das cenas do filme uma versão pavorosamente pobre do clássico de Spielberg.

Nick Nolte, jovem e de bigode, atua no automático, mas é a bela Jacqueline Bissett que rouba a cena com sua beleza. Bissett protagoniza pelo menos duas cenas tensas, a primeira quando é perseguida por um caminhão e quase é atropelada e a segunda naquela em que vê o apartamento do hotel ser invadida por homens dispostos a praticar um vodoo com pés de galinha usando-a como cobaia. O final tenta injetar algum gás na trama, com um combate submarino contra os vilões no cargueiro do tesouro e com direito a participação especial da moreia assassina feita de borracha. Nada, porém, que acabe a incrível monotonia do filme.

Cotação: 1/5

Enfadonho como dois escafandristas apostando uma maratona no fundo do mar.


Um comentário:

  1. Filme muito bom, ótima trilha e a Jacqueline Bisset are uma deusa !!!

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...