sexta-feira, 14 de junho de 2013

Capricórnio Um - 1978




Por Jason

O excelente Capricórnio Um traz uma trama de conspiração que envolve o governo, a Nasa, agentes federais e três astronautas, que estão se preparando para a primeira viagem a Marte. 

James Brolin interpreta, ao lado de OJ Simpson e Sam Waterston um astronauta que está prestes a embarcar para lá. No momento do lançamento, o trio é retirado da nave, que decola sem eles, para uma multidão de presentes, ao passo que os homens são levados para um estúdio montado num deserto. Os astronautas não entendem nada do que está acontecendo, apenas cumprem as ordens estabelecidas pela Nasa. O mote central do filme começa então a aparecer. O trio de astronautas é levado para uma encenação da chegada a Marte, uma simulação que deverá ser transmitida para todos os cantos do mundo. Ou seja: uma farsa do pouso em Marte é fabricada, com o intuito de iludir a população, aumentar a popularidade do governo e melhorar a imagem da agência espacial americana, visto que a chegada do homem a lua parece não ter tido o efeito desejado nem superado as expectativas da população.

A confusão e a tensão do filme também começam a partir daí. Os homens são obrigados a mentir e a atuarem, fingindo estarem em Marte ou estarão em apuros. Paralelo a isso, os familiares se sentem orgulhosos e felizes por acreditarem que os astronautas estão mesmo em Marte, ao passo que um dos trabalhadores da Nasa começa a desconfiar que há algo de errado na operação porque as leituras e os dados não batem. Ao procurar um amigo jornalista, o homem simplesmente desaparece e o amigo acaba sendo vítima de um atentado mas sobrevive, procurando por pistas que o levem a verdade. Como toda mentira tem perna curta, algo dá errado na simulação e os astronautas precisam ser dados como mortos. Resta a eles tentarem fugir o mais rápido possível. Essa fuga vai acabar num deserto, onde os três se dividem, para acharem uma saída.

Não dá para falar mais. Todo o elenco do filme está bem, incluindo o mal fadado O J Simpson que, perdido num deserto, delira no meio da areia procurando por água. Os personagens levam o espectador a torcer por eles e a se livrarem de toda a rede de mentiras e corrupção. Já que foram dados como mortos, nenhum deles pode chegar até a sociedade novamente. A recriação dos cenários, descontada a idade do projeto, é outro ponto forte, incluindo uma simulação de Marte e uma central da Nasa em estúdio, bem como as ótimas locações do deserto que, ironicamente, passam a ideia de um planeta desolado como Marte. Nada disso seria possível sem a habilidade da direção, que constrói cenas excelentes para a época, como a da sequência da câmera presa no para-choque de um carro desgovernado, da serpente que acaba servindo de alimento para uma dos personagens, uma fuga alucinante envolvendo um avião e dois helicópteros, ou das sequências de ação em que, enquanto os astronautas tentam fugir num avião e se veem forçados a pousar no deserto, um representante da Nasa faz um discurso ufanista patriota para emocionar a plateia de jornalistas.

Em uma análise mais profunda, Capricornio Um pode ser visto como um filme sobre mentiras que são tão bem contadas que se tornam verdades e de como toda uma população é capaz de ser alienada facilmente. É sobre ambições e interesses políticos e o quão nocivos eles podem ser ao ser humano, no quanto o homem é capaz de levá-las ao limite por interesses mesquinhos. Tem os seus momentos de breguice - o final em câmera lenta é infeliz e quase um tiro no pé - e o roteiro é inconclusivo no que diz respeito a outros personagens principais. Nada que lhe tire o título de clássico.

Cotação: 5/5

Paranoico, eletrizante e imperdível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...