quarta-feira, 26 de junho de 2013

O demônio - 2010



Atenssaum, post cheio de revelassoens sobre a trama do filme. Se nao viu, segura na mão de Deus e vai.

Por Tia Rá, a Madre Merrin

EXORCIZA SENHOR ESSE ELEVADOR!
M. Night Saiadalama já tarra flopado quando resolveu fazer esse conto sobre um dos dias de trabalho da minha querida irmã, a atormentada demoníaca Lady Rá. A trama vagaboonda de O exu é até criatchiva, gostei, pelo menos é esforçadan, né gente? Tente, invente, me faça um demônio diferente! Tem cara de Super Cine, aqueles filmes flopados que volta e meia passa na tv aberta. E fora que é a cara da pobreza, mas enfim... Como o nosso leitor Fabio, com quem me casarei lynda e poderoza vemnimimquesuatchiatáfaceeooo, adora o Saiadalama, resolvi conferir o filme em especial para ele <3. 

Kid Bengala ameaçanu dar um trato no pobre
O filme começa com gente morrenu, uma investigassaum policial de quinta categoria (a trama da polícia é porca, releve) até que cinco pessoas ficam presa num elevador dentro de um prédio: três home (Kid Bengala, um vendedor, e o dublê de Tom Hardy, aquele de Prometheus, que não sei o nome porque não é importantchy; e duas mulé - uma biska nova e uma véia safadan. A comunicassaum some, só dá pra ver todos pela câmera, mas eles naum conseguem se comunicar com quem tá fora (ninguém sabe fazer sinal neçamerda). À medida que o tempo passan, a policia começa sabendo que todo mundo ali tem culpa no cartório. Só tem bandido, ladra, poota, mentirosa e vigaristan dentro do elevador REFLITAM!

minha sinhora, tu era mais exu sem
essas lente, num precisarra!
Nesse engodo, coisas estranha começa a acontecer enquanto o povo tá tentanu tirar os cinco de lá. Toda vez que Lady Rá atua, a luz perereca dela pisca pisca pisca pisca. A mulher sofre umas ferida, o outro é morto por um espelho açaçino, a véia acaba enforcada misteriosamentchy. Um fica culpanu o outro pelas coisa estranha. O exu claro, tá causanu muito dentro do elevador, fazenu aquele micareta. Todo mundo que tenta salvar os aloprado acaba morrenu. E tome clicheria (rola até choque elétrico e queda de elevador, tchipo a morte trolando geral em Premonissaum), afinal, Saiadalama já perdeu o tino pra coisa faz tempo, mas tem gente em Hollywood que ainda acredita nele.

ADORO a edição dessa bomba, acho que é a única coisa que realmente funciona. A trilha é tão óbvia que a gente sabe exatamentchy os momento que ela vai entrar. Sobra pra o mexicano latino a parte da crendice  e de chamar pela Ave Maria na hora que o exu entra em assaum. Ninguém se destaca no elenco, só tem ator flop. O Kid Bengala até que se esforça e faz aquela dramatizassaum de claustrophobia que num convence ninguém. Mas quando a véia demônia que é a cara da Lady Rá se levanta, eu falei AGORAAPOHAFICOUSERIA! Só que vem a revelassaum do passado do personage né... cara matou a família do policial e tals... eu queria que rolasse um beijo entre eles no final, tchipo, "você matou minha mulher, fiquei pensanu no que fazer contchigo, tou carentchy, tou afim, comoéqueeufico? será que num rola um castigo, gaton?"

Se é pra chokar, que aprendam a fazer a coisa direito, né? 


#diabólica

Cotassaum: 1,5/5

Dá pra passar num supercine, vai... do tchipo que a gente assiste ROINC dormindo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...