sexta-feira, 21 de junho de 2013

Os Três Mosqueteiros - 2011


Por Rá Hannibal
  
As beeshas decadentes
Ooooi, geeeenteeem!
Sentiram saudades de mim? Cansaram de ouvir a tagarela da Tia Rá falando sozinha nessa bagaça a vida toda? HAHA Pois eu estou aqui. Ressuscitei pra sapatear na cara das porcarias monumentais que me incomodaram tanto que levantei dos mortos.

Eu estava decidida a permanecer no meu mausoléu, descansando em paz das minhas tarefas domésticas. Mas resolveram me perturbar e me trouxeram “Os Três Mosqueteiros” do Paul WS Anderson pra assistir.

Meu mundo caiu, eu cantei.

Eu nem reclamei muito no início por que imaginei que tendo o romance do Alexandre Dumas como base, ele na poderia estragar tanto assim o próprio filme. Mas eu havia me esquecido que Resident Evil também era um ótimo game antes de cair nas mãos dele.

Tive que levantar da tumba pra vir dar um esporro nessa joça.

Gente, ME EXPLICA COMO ALGUÉM PODE PEGAR OS TRÊS MOSQUETEIROS E TRANSFORMAR NAQUILO???????

É caricato, é ruim, é podre, é triste, é tosco.

Pra começar, ele tinha que exibir de novo a sua esposa linda maravilhosa da pele linda, mas inexpressiva como uma porta. Não sei, acho que ele quer mesmo que as pessoas invejem seu casamento com a Esquálida Mila. Adora exibir as pernas dela e fazer com que ela pareça a diva mor máster dos filmes de ação. 

Mas cara, não dá, ok? A Mila realmente é linda, mas deveria ter prosseguido na carreira de modelo, sabe? E claro, que pra exibi-la com todas as suas qualidades, ele teve que transformar a Milady numa versão de época das Panteras.

Posso não saber atuar, mas sou limda, deeva e ryca!

Ela luta, invade cofres (aliás, naquela época não tinha laser, mas tinha fiozinhos cortantes no lugar), arromba fechaduras e aprendeu com o Ethan Hunt (de Missão Impossível) a descer naquelas cordinhas lindas de espionagem.

Aliás, ela é um desperdício, pois a Milady em sua essência, numa história boa, seria uma ótima personagem, intrigante, dúbia e divuda. Mas foi reduzida à Alice do Resident Evil versão pré-renascença.

O Lord Buckigham de Orlando Bloomda e o Rei disputam o filme inteiro quem tem a roupa mais legal, parecendo duas crianças-pavão brincando de Drag Queen. Não servem pra nada.

Os três mosqueteiros? Pfff... Matthew MacFadyen fazendo papel de corno com dor de cotovelo, Ray Stevenson rindo que nem um bobo e a porta do Luke Evans posando de fodão.

E gente, QUEM RAIOS DEIXOU O LOGAN LERMAN VIRAR ATOR?

São os olhos azuis dele gente? Ele só funciona naquele “As Vantagens de Ser Invisível” pq não sabe o que fazer em cena e isso ciau como uma luva para o personagem. Mas no resto de todas as coisas que ele faz ele está fazendo caretas e se achando O herói. Nem Percy Jackson salva. Aliás, não preciso comentar aquele mega hair mal feito dele, NE gente?

Eu só não sei MESMO o que o Christoph Waltz, o Mads Mikkelsen e a Juno Temple estão fazendo nesse filme. POR QUE? Pelo dinheiro?

-Oi gatan, o que achou do meu megan hair?
-Podre, Percy Keca, podre!
Sério, é um desfile de absurdos, clichês e tudo o mais.

A coreografia das cenas de luta é extremamente artificial. Aliás, tudo nesse filme é artificial. A direção, as roupas, os cenários, as atuações. Figurinos e cenários são até bonitinhos, mas são bonitinhos DEMAIS. Ninguém suja direito, ninguém se rasga direito. É tudo tão colorido e sem propósito que parece que estamos assistindo Alice no País das Maravilhas.

O roteiro? Que roteiro? O único vislumbre de inteligência que vemos no filme, logo é apagado por um clímax absurdo e sem graça.

Eles pegaram tudo o que havia de interessante na história original e substituíram por alegorias e fantasias que parece a Sapucaí no carnaval, minha gente.

Não sei por que existe essa joça. Não sei mesmo.

Aliás, já não bastavam CINCO filmes de Resident Evil, ele ainda deixa uma ponta para continuação nessa joça. POR QUÊ? POR QUÊ? Espero que não seja a versão game over do homem da máscara de ferro, por que senão será o apocalipse!

CHUTA isso pra longe minha gente – e aposto que vão ter fãs xiitas querendo me apedrejar. Que se dane! Vou transformar Paul WS Anderson em churrasco na primeira oportunidade que tiver. 

0/5

Vão ver QUALQUER outra adaptação da mesma história que vocês ganham mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...