terça-feira, 11 de junho de 2013

Um lance no escuro - 1975



Por Jason

Em Um lance no escuro, Gene Hackman faz um detetive particular que é contratado por uma atriz decadente para investigar o paradeiro de sua filha Delly. À medida que se envolve com o caso, o detetive descobre que está sendo traído pela mulher e o seu casamento está afundando, nas palavras da mulher, por dar valor a um trabalho que não é bem visto por ela.

Focado no trabalho de encontrar a garota, as pistas levam a encontrar a menina com um casal na Florida. A menina Delly, interpretada por Melanie Griffith, é jovem e solta, se despe o tempo todo, tem uma vida sexual prosmicua. Segundo a investigação, ela está refazendo os passos da mãe, se envolvendo com homens mais velhos e completamente perdida na vida. O detetive acaba tendo um caso com Paula, que toma conta de Delly, uma ex prostituta que agora cuida de golfinhos. Ele leva Delly de volta para casa a contragosto e paralelo a isso confronta sua ex mulher, voltando a se envolver com ela. O destino trágico de um dos personagens leva a uma mudança na trama investigativa e ao detetive reencontrar Paula para resolver uma nova questão que surgiu no caso. 

O filme tem, além de uma jovem Melanie Griffith, um jovem James Woods, em uma pequena participação como um mecânico acusado de assassinato. Gene Hackman está muito bem no papel do detetive com a vida problemática que nao sabe como lidar com a mulher que o traiu nem com o caso em que está envolvido. Os outros atores cumprem bem o seu papel. Mas o que pesa contra o filme é o vai e vem do roteiro e o seu ritmo. 

Um lance no escuro flerta com o gênero investigativo, de modo insosso, e adentra um drama familiar superficial entre o detetive e a mulher, sem contar as duas linhas de tramas que não se conectam. Para completar, o filme só engrena nos minutos finais, com uma revelação sobre o verdadeiro assassino - e chegar até lá pode não ser uma experiência muito interessante e recompensadora.  

Cotação: 2/5

Tramas desinteressantes se encontram em um filme que só vale pela presença de Hackman e pela curiosidade de ver Melanie Griffith num dos primeiros papeis de sua carreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...