sexta-feira, 12 de julho de 2013

A montanha sagrada - 1973


Por Tia Rá

Vejamos. 

Eu acharra que era aloprada o bastante para suportar toda sub espessie de filme... mas eis que encontrei um exercício de superassaum em termos de aberrassaum, doencia mental e psicopatchia no cinema. Estou falando de A Montanha Sagradan. Vamos analizzaaarrr isso, que foi recomendado por uma de minhas queridans bbs mutantes e que naum posso revelar o nome dela para naum constrange-la (mas sey que ela deve usar umas dorgas porque esse é o tipo de filme que num se recomenda, né povo... sou uma mulher direita, quase virge, e inocente. Naum é porque sou analphabetizada que o povo pode tirar onda com meu eu). Hunf.



Na trama, ou o que a gente vai supostamentchy entender desse leesho, um home qualquer (com cara de Jesus Crishto) caiu de paraquedas lá na India fazeno desembarque para abalar - caiu de cara na merda. Falo India/Japão/Alasca/AfeganistãoÉTUDOALIMERMU ou qualquer país pobre cheio de populassaum pobreza porque né... te contar... - e aí é resgatado por um homem cotó sem braço e sem pernas. Depois de ver o povo seno censurado e tomando tiro num fuzilamento, além da enSenassaum dos europeu na forma de sapos gordos matano todo mundo nas antiguidades (tudo lagarticha bonitan e magran), o gato toma aqueles drinks com um povo que usa o pobre de molde pra vender as quinquilharia. 

toma um oio, me dá zua xanan
Jesus num é pop... sai pra se encontrar com as pootas que se vendem nas porta da igreja, que inclui crianças que saum trocadas até por olho de vidro OMG, e embarca em todo um ritual com o Rayden do Mortal Kombat pra uma luta. Depois da luta, fas batishmo numa piscina de hipopotamu e tem o cool ensaboado por uma negra das unhas que pegou emprestada de uma fantasia da Lady Gaga. Depois do banho, Jesus dá uma cagada numa panela de vidro e sua bosta servirá para um ritual de purificassaum misturano tarologia, budismo, feitiçaria, magia, tecnologia, Exus, candomblés, filhos de Gandhi e medicina terapeutchica, além de acumputura e ritual xamã. 

pedofilian
Derrepentchy, o filme vira uma ficssaum e entra em cena um home que tem uma fábrica e é ryco, emprenhou trocentas mulher prosque naum conhece camisinha nem outros tchipos anti concepcionaish. O home produiz umas mascaras e tals, que a pessoa pode usar pela vida todan (até comprei uma pra Lady Rá pra quando ela acordar naum me assustar porque vá ser feia assim nos infernos...). Mas naum é só isso. Conhecemos uma vagaboonda de Marte, que tem uma fábrica de armas e drogas (porque bizarro é pouco pra definir essa coisa) e outro que fabrica arte usano o corpo humanus. Ele produz uma maquinan que precisa gozar, entaum ele chama a amante para fazer aquela siriricadan e a maquina produz uma maquininha lynda. Há um sem numero de thipos bizarros e senas indescritíveis, de pintos que saum arrancados, colessoens de testículos, travestchismos e toda uma coisa que num dá pra falar, só veno pra crer.

Aí com todos os misticismos reunidos - tipo, pelo que eu entendi depois de me alimentar de todo o meu estoque de LSD, o filme fas aquele apanhado básico de tudo que é religiaum e joga tudo ali no liquidificador pra mostrar que no fim das conta, é tudo igual, é tudo a merma merda, vai todo mundo morrer mermu. Naum gosto da beesha que fas a Jesus, acho o corpo dela horrorivel. Podia colocar alguém mais boniton pra ficar ali zenzualizano de tanguinha... Charlton Resto que o diga naquele Planeta cheio de macaco né... zueira...  achei que era um filme de fantazya, não de terror. Tem muita biska no filme, muitas pee kas e muitas xanas. Secso e violenssia, muito LSD, maconha e toda coca do mundo. 


Se você ainda naum cheirou todo pó do planeta mas tá loka das idea pra isso, naum se preocupe, basta baixar o filme porque o seu filme é ESSE.

Cotassaum: 0/5

Se num acredita, VEJA.

Um comentário:

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...