quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Incidente em Passo Dyatlov - 2013




Por Jason

Antes de falarmos desse filme do diretor de Duro de Matar 2, precisamos entender o mistério no qual ele se baseia. Em 1959, um grupo de nove pessoas, experientes montanhistas e escaladores, desapareceu nos Montes Urais, na então União Soviética. A descoberta dos corpos mais tarde, que deveria explicar o que houve com o grupo,  só complicou ainda mais a situação ao invés de ajudar a esclarecer o mistério. Tudo porque eles foram encontrados carbonizados, com um elevado nível de radiação, coloração alaranjada e desnudos, mesmo debaixo de um frio congelante. Havia também sinais de envelhecimento precoce - o cabelo de uns estavam brancos e chamou atenção o fato de que um dos montanhistas teve a língua arrancada.

Os investigadores concluíram que os montanhistas rasgaram suas barracas de dentro para fora no meio da noite, assustados com algo, e saíram correndo debaixo de uma nevasca - não se sabe, contudo, do que. Os corpos ficaram preservados por causa da temperatura e não demonstravam sinais de luta, mas as vítimas tinham crânios fraturados e costelas partidas. A hipótese de avalanche foi descartada não só pela disposição dos corpos, como também pelo fato de terem encontrados vestígios de que as vítimas fugiram de algo desconhecido usando roupas deixadas por quem já tinha morrido. As barracas, excetuando os rasgos feito por eles, também estavam intactas mesmo dois meses depois de buscas. 

O caso não teve uma conclusão, uma vez que pessoas relataram que na época havia nos céus luzes alaranjadas, de origens desconhecidas, que poderiam ter ou não a ver com o sumiço dos nove esquiadores. Para alimentar ainda mais o mistério, segundo uma antiga lenda mansi, a Montanha dos Mortos, onde os nove corpos mutilados foram encontrados, foi assim chamada devido a um acidente semelhante em que nove homens mansis também foram encontrados mortos enquanto tentavam se salvar de uma inundação da antiguidade.

Partindo desse pressuposto, que renderia um filmaço de mistério e discussões calorosas a respeito do que aconteceu com o grupo, o filme vai na contramão e traz o estilo já cansado de Atividade Paranormal, emulado em tantos outros filmes que já deu o que tinha para dar. Logo no começo, já sabemos o destino dos personagens - os jornais dão a notícia do desaparecimento do grupo. O espectador conhece o grupo de cinco pessoas, americanas, que vão refazer a escalada até os montes. Todos os personagens são desinteressantes. No meio do caminho, eles fazem apresentações para a câmera, didáticas, explicando o que houve com as pessoas em 1959, onde foram achadas mortas e as teorias a respeito sobre o caso. Encontram uma pessoa que presenciou todo o acontecimento, dando uma versão para os fatos, e conversam com ela antes de partirem.

Na montanha, uma avalanche leva logo uma das personagens. O grupo é forçado a abandonar um deles, ferido, que é morto por dois militares. Na fuga, os três restantes descobrem um bunker militar, com uma rede de tuneis. De repente, sai o filme de suspense e entra o filme trash. Os sobreviventes são atacados por criaturas deformadas - no melhor estilo Chernobyl - e descobrem uma trama envolvendo até mesmo O experimento Filadélfia  viagem no tempo e um portal, para desespero de qualquer espectador que esperava alguma coerência em toda essa confusão. Os efeitos especiais são pobres, as atuações precárias e a direção não tem nenhuma nota autoral, embora escape em uma ou outra cena eficiente em criar suspense. O final capenga só piora tudo.

Cotação: 1/5

Com roteiro horrível, atuações ruins e estilo cansativo, o filme desperdiça um dos maiores mistérios da humanidade com um terror tosco de doer.

Para saber mais sobre o evento misterioso, clique aqui.  

Um comentário:

  1. Olá, você já viu o filme "coração satânico" (Angel Heart)?

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...