domingo, 3 de novembro de 2013

Top 10 - 10 filmes com Michael Douglas para se ver





Coma - 1978

Num grande hospital, muitos pacientes entram repentinamente em coma e desaparecem sem deixar vestígios. Espetáculo de suspense bem realizado, adaptado de romance de Robin Cook, com boas atuações e trama convincente.



Síndrome da China - 1979

Uma repórter e seu cinegrafista presenciam um estranho acontecimento em uma usina nuclear da Califórnia. Após a matéria feita por eles ter sido recusada pela emissora de televisão, começam a investigar o porquê do segredo em torno do assunto, com a ajuda de um engenheiro da usina que gradativamente toma consciência da gravidade da situação. Quatro indicações ao Oscar.



Tudo por uma esmeralda - 1984

Romancista solitária gasta o tempo escrevendo e fantasiando o homem perfeito. Mas sua vida muda de rumo quando ela viaja para resgatar sua irmã, sequestrada, e se descobre procurando um tesouro com o homem de seus sonhos. Turner, maravilhosa e talentosa, uma atriz que o cinema esqueceu. Custou 10 milhões de dólares e arrecadou 15 vezes mais. Indicado ao Oscar de Melhor edição.




Wall Street - 1987

O filme mostra os bastidores do mundo dos grandes negócios da década de 1980, seguindo um ambicioso e jovem corretor da bolsa, Buddy Fox (Charlie Sheen), que sonha em conhecer o seu ídolo, Gordon Gekko (Michael Douglas) um milionário ganancioso e frio, que ignora os sentimentos quando se trata de negócios. O filme deu o Oscar de Melhor Ator para Douglas.



Atração fatal - 1987

Dan Gallagher (Michael Douglas) é um advogado conceituado de Nova York que acaba se envolvendo, casualmente, com a sedutora Alex Forrest (Glenn Close), enquanto sua esposa (Anne Archer) está viajando. Mais tarde, Dan, achando que foi equívoco, considera o affair encerrado. Mas Alex não aceita ser ignorada, "nem hoje, nem amanhã, nem nunca... nem que isso signifique destruir a família de Dan para ficar com ele". Seis indicações ao Oscar, incluindo Glenn Close, inesquecível na pele da psicopata Alex.




Chuva Negra - 1989

Nick Conklin (Michael Douglas) e Charlie Vincent (Andy Garcia) são dois detetives da polícia de Nova York que se vêem envolvidos em uma guerra de gangue entre membros da Yakuza, a Máfia japonesa. Eles prenderam um dos assassinos e têm ordem de levá-lo de volta para o Japão, mas quando chegam lá o deixam escapar. Na tentativa de recapturá-lo, se vêem cada vez mais envolvidos pela Yakuza.



Um dia de fúria - 1993

Martin Prendergast (Robert Duvall) é um policial no seu último dia de trabalho antes de se reformar, e que arrisca a sua própria vida para tentar impedir William Foster (Michael Douglas), um homem que está emocionalmente perturbado porque perdeu o seu emprego e vai encontrar-se com Beth (Barbara Hershey), a sua ex-mulher, e de sua filha, sem querer reconhecer que o seu casamento já terminou há muito tempo.



Instinto Selvagem - 1992

Johnny Boz, antiga estrela de rock e proprietário de um clube noturno em São Francisco, é encontrado morto na sua cama. O caso é entregue ao detective Nick Curran, que possui um passado de alcoolismo e consumo de drogas, embora já esteja recuperado. A principal suspeita é Catherine Tramell, uma atraente e manipuladora romancista que mantinha uma relação há já algum tempo com Boz. Sharon Stone, na maior cruzada de pernas da história do cinema. Indicação ao Globo de Ouro para Sharon, Framboesa para Douglas.




Traffic - 2000

Relata o tráfico de drogas do ponto de vista do produtor ao consumidor, usando três diferentes histórias que acabam por se intersectar num fim comum. As histórias são ainda filmadas sob diferentes espectros de luz, como o azul e o amarelo torrado.Numa delas, um ministro da Suprema Corte America, nomeado como chefe do departamento de combate ao tráfico, descobre que sua filha é viciada em drogas. Em outra história, uma esposa assume o comando do cartel do trafico depois que seu marido é preso. A terceira história relata os conflitos entre chefes do trafico e um policial na fronteira do Texas (Estados Unidos) com o México.



Minha vida com Liberace - 2013

Esta cinebiografia do famoso pianista Liberace (Michael Douglas) mostra os cinco anos em que o artista namorou Scott Thorson (Matt Damon), em uma relação turbulenta que terminou com um longo processo judicial. Emmy de Melhor Ator para Douglas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...