quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

JOBS - 2013



Tia Rá

Me arrisquei a dar uma checada nessa tranqueira que conta a vida do Steve Blow Jobs, o mito, a lenda, o cara que fez umas cagadas na vida, mas fez coisa boa também povo, a Apple gente, Ipod, Ipad, Iphone, Mac, OI? Enfim, cagou no profissional lindamente - lançou uns produtos fracassados -, mas era visionário né gente? Revolucionou a industria dos PC, do cinema (PIXAR), etc. Então... Uma pessoa como essa tinha muita história pra contar, né? E muita coisa boa? Aí...

Bom, aí o cara morreu, algum executivo tarra ali, viu a situação e disse vamo fazer umas colagem do que a gente sabe sobre o cara, aproveitar a comossaum e lançar o filme. Chama uma pessoa parecida OH WAIIIIITTTTT... aquele cara, como é mesmo o nome dele? JOGA NO GOOGLE: Ashton Cunetchy. Ele se parece com o Blow Jobs, vamo jogar ele no filme e VAI ASSIM MESMO. E foi né, gente... não dá mais pra voltar atrás.

Porque o filme é fuleirinho que dói. Não tem drama. Não tem emossaum. Não tem cuidado. Não se aprofunda. Pessimamente dirigido, com um ritchmo boring que é o diabo. BlowJobs era um cara arrogante, difíceeeeooo, era ganancioso, ambicioso, revoltada, mais vingatchiva que Paola Braccho, magoava as pessoas sem perceber. Mas tinha visão, sabia negociar, sabia argumentar, tinha ideias, ou seja... nas mãos de alguém com TALENTO a porra ia pegar fogo e queimar minha língua! Mas não... Ashton parece que tá num seriado de tv (ou em casa, você decide, porque é a mesma cara de sempre), fazeno cara de NADA o tempo todo. Pense num ator ordinarissimo? Num era melhor chamar a Meryl Streep gente? Vai ver num tinha orçamento pra isso! RISOS

O draminha dessa fitinha porquinha todo se resume a ele papocar uma menina e ela emprenhar e ele não querer a filha. Só assumiu ela tempos depois, relacionamento entre ele e a mãe da guria não se desenvolve (aliás, nada da vida pessoal dele se desenrola, é incrível a total nulidade dessa parte do roteiro). Não há nada pra se questionar, não deixa nada pra o espectador pensar, num tem profundidadchy, como se alguém tivesse ido lá do Wikipedia, tivesse tirado os fatos e fizesse o roteiro com isso, entende o que a tia diz? Mas pra quem quiser e gostar de um pouco de história, administrassaum, informática, pode ser até legal. Sabe aqueles filmes pra passar pra os aborrescentes e a gurizada na escola pra trabalho valeno nota? Entaum... taí a diquinha da tia.

Se o Assshhhton é ruim, o reshto é do mesmo calibre. Ninguém é interessante nessa merda toda, todo mundo é unidimensional, ninguém se desenvolve, gente que era importante na fundação da Apple se resume a fazer figurassaum. As intriguinhas entre eles são tudo frouxa. Jobs fundou a empresa, saiu, brigou, voltou, brigou de novo, tipo, foi e voltou, e nisso recolocou a Apple nos eixo, inventou moda, fez sucesso, ganhou dinheiro, fumou toda erva e cheirou muito quando era mais novo e morreu antes do tempo. Pronto, é isso, foi o que o dinheiro deu pra pagar. ACEITA. 

Próximo.

Cotação: 1/5

Escala de sapatada da Tia:





Só pra não perder o costume.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...