sábado, 16 de agosto de 2014

Virginia - 2011


Por Tia Rá

Fiz uns esforço tremendo pra chegar ao final dessa proletariedade amadora de quinta categoria do Francis Flop Flopola, Latrinia, em homenage ao meu lyndo fã Fabio Delicia Lara. Que é que a tia num faz pelos meus bbs né minha gente? É muito sacrifício, to quase virano Jesus já de tanto tomar pedrada e ser massacrada. Num guento minha gente... 

Flopola aliás depoish que se aposentou a preguiça bateu e resolveu fazer filme cagado pra gente amar odiar, entende? Porque eu fico mei que boladissima como um home que tem nos curriculo da vida uns filme de se arrombar pode cometer essas atrocidade, gente... sério, na boa... porque fazer essas cagada flopada, num é melhor ficar em casa deitado na rede engordano mais um poko até isplodir? É mais um filme que merece o nosso selo de qualidade!!!


Olha isso... Um escritor flopado de quinta categoria interpretado por Boi Kilmer, ator igualmente flopado de quinta categoria do tamanho de um hipopotamo, vai parar numa cidade de quinta categoria. Ele adora escrever sobre a mulher dele, uma bruxa tebofera que quer dinheiro e tá mendigano tanto que num guenta mais. O home diz que vai fazer umas sessão de artrogrado, mas só vai pra sessaum um xerife véio (Bruce Dern, ACREDITANO) que gosta de escrever historia de terror pra boi dormir. O xerife diz que quer mostrar pra ele uns negoço pra o próximo livro e quer que os dois escreva um livro junto.



Aí ele conhece uma minina, a tal da Flopinia, que foi papocada e morta com outras children supostamente por um padre, é a Ellen Fanha que fas, ela morreu e tá ali vagano que nem alma penada meets zumbi com diarreia, fazeno cara de nojo entende? O escritor invoca ela tomando umas cachaça ou dormino de ressaca SOUDESSAS. Aí decide investigar o que aconteceu com ela e tem ajuda do espirito na forma de exu tebofera do Edgar Alan POW (OIIII???). Ele acaba sabeno que a minina fugiu de ser papocada pelo padre e foi mordida por uns vampiro bee que ficam na marge do lago dançano ragatanga, sentiu o drama deçapoha? Aí o padre prende a piriguete e ela morre lá presa mermo e ela morre, mas o corpo dela tá no necrotério da cidade com uma estaca no peito. Aí o Boi Kilmer vai lá tira a estaca, ela morde ele, feen do filme. 



Mar tá pra nascer um filme cara da pobreza como isso, os efeito foram feito ni fundo de quintal por gente mais preguiçosa que o Flopola. Tem aquela fotografia cagada que ele tentou chupinhar de Sin City aquele troço remelento cor de toleteOh gente, na boa... num guento com o escritor do Boi Kilmer, que perdeu a fia num acidente e tals, mas tipo, faz aquele drama de novela mexicana sabe... chora da miserenta rino. O bicho é péssimo e ainda por cima do tamanho de um armário de seis porta ficou a cara da pobreza, mendigo de roteiro de porta de estúdio pra fazer filme, tsc tsc tsc. Só tinha carreira porque fazia pose de galã, depois que comeu e bebeu demais, taí flopado pegano o que aparece pela frente. PEOR: o home fas aquela conecção via internet 4G pra falar com a mulé bruxa, mas pra saber de uma cidade num sabe dar uma gugada, tem que procurar uma livraria véia, COMOASSIMMINHAGENTE?


Só posso dizer uma coisa para o diretor Flopola, saia da aposentadoria, tome vergonha ni sua cara e vá fazer coisa que preste porque ocê consegue fazer coisa melhor que essa bomba atômica de merda. Pronto, me julguem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...