quinta-feira, 11 de setembro de 2014

O navio condenado - 1959



Por Jason

O capitão Sands (Charlton Heston) encontra um navio, o cargueiro Mary Deare, a deriva. Acreditando que a carga será sua e que o navio está abandonado, ele sobe a bordo e acaba encontrando o oficial Patch (Gary Cooper). Alguma coisa estranha aconteceu com o navio e Patch não informa a ele. Os dois começam a se estranhar, mas devido ao mau tempo, acabam se juntando para controlar o navio. Patch leva a embarcação para um lugar onde ela acaba encalhando. Em seguida, parte em busca de socorro e acaba sendo encontrado.


Em terra firme, o oficial é julgado pelo que aconteceu. Patch não queria que ninguém soubesse do navio e não queria afundá-lo para que a verdade dos fatos fosse exposta aos orgaos judiciais, mas ninguém dá ouvidos a ele. Os outros tripulantes informam que o capitão deu ordem de abandonar o navio após um acidente, já que o Mary estava com um rombo no casco e prestes a afundar. A verdade é que Patch matou acidentalmente o capitão bêbado e inconsequente Taggart dentro do navio e este foi soterrado pelos carvões da caldeira. Patch pede ajuda a Sands, solicitando uma investigação imparcial, para provar que tanto tripulantes quanto os próprios donos do navio armaram um golpe contra a seguradora para afundá-lo com uma carga falsa. 

A produção é baseada em livro do escritor britânico Hammond Innes de 1956. traz boa recriação de cenários para a época - é um filme de 1959, mas ainda assim as cenas no navio são bem realizadas, unindo cenários reais, com maquetes e truques de câmeras. A dupla de atores centrais é excelente e o grande destaque do filme é mesmo a relação que brota entre Cooper e Heston, primeiro de desconfiança para depois de apoio mútuo. Só que os dois astros não conseguem manter o interesse do espectador até o final. O problema do filme está mesmo na sua indecisão. 

Quando começa, O navio condenado parece que será um suspense entre os dois homens ou um jogo de gato e rato para o espectador tentar descobrir o que aconteceu com o Mary Deare. Só que de repente, a trama vai ladeira abaixo, enveredando por um filme de tribunal maçante e sem agilidade durante uma hora inteira em que nada ou quase nada acontece. Ele só recupera seu vigor faltando quinze minutos para o final, quando os dois retornam para o navio que já está tomado por uma equipe a mando dos proprietários. Só que aí, como o Mary, não há mais volta - o filme já afundou.

Cotação: 2/5 

3 comentários:

  1. Este filme é estrelado por dois monstros sagrados do cinema. Charlton Heston e Gary Cooper. Leiam a postagem sobre este filme "O Navio Condenado" na postagem da próxima terça-feira, 17.10.2917. Acessem Blog do painho através do GOOGLE. Asa.

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...