domingo, 8 de fevereiro de 2015

Song One - 2014





Por Tia Rá
Achei esse filme a cara da proletariedade da minha irmã Lady Ratazana que adora esses filme alternativo com gente alternativa e músicazzzZZZZZZZZZZROINC. É aquele filme que a gente vê quando num tem nada pra fazer e depois se arrepende achano que era melhor ficar sem fazer nada mermo. E aqui a gente ganha de brinde a Anal Ratazana, essa coisa maravilhuosa que ganhou o Uoscar por se isfregar na parede que nem uma pulguenta e dar nas banheira da vida né povo, foi até pro ispaço naquele filme cagado Interminavelestelar e tá num flop maravilhuoso, que é onde ela deve ficar pelo reshto da vida dela. É fraca, viu amores... Adoro essa proletariedade de atuassaum dela com essa cara de viciada em gardenal e aqueles maravilhuosos dentes de cavalos reluzentes.



E a trama DESTO gente? O irmão da Annal acharra que era cantor, dano nas ruas, aquela proletariedade, era munitinho o minino, eu darra uns pega nele só pra usar mermo. Aí ele vai atravessar uma rua e o carro passa por cima dele mar ele num morre, fica em coma como voce assistino esse leesho. Ratazana, que tarra nas estranja fazeno cover de Gloria Maria pro Fantástico recebe a noticia e vai visitar o minino, aí rola uns stress com a mãe que é a J K Rola de pobre e tá terminano um livro. Aí ela discobre um demo e vai dar o demo pra um cantor brega lá e os dois acaba mei que se envolveno e aquele sonífero maravilhuoso pra você dormir três dia seguido minha gente.


A mãe fica brigano com ela e fica uma jogano na cara da outra o tempo todo porque a Ratazana foi embora e tals. O minino sai do coma profundo, dá aquela olhada pra cara da Annal como se dissesse vaza proletária e fala umas coisa istranha e ela dá aquela choradinha mais falsa que nota de treis real. E todo mundo fica feliz, FIM DO FILME. Claro que a Annal tem que dar aquela palhinha neam minha gente, porque ganhou um Uoscar istragano uma música e agora virou a destruidora de gravassoes de todos os tipos. Mulé ainda produziu essa proletariedade, tem como num amar? Palmas, gata, você é MARA! 



Num foi a toa que a crítica umiliou o filme, né gente... Axei ruim num ter a Ratazana vendeno o corpo e os dente nas isquina pra ganhar o Uoscar, quede as cenas de isfregassaum minha gente? Queria tanto que derrepente entrasse uns coral dos Los Miserentos no filme pra gente dar aquela gargalhada, mais nada disso aconteceu... tou bolada com isso. Minha irmã me disafiou a chegar até o final dessa bomba de tolete, e eu como sou brasilera e num disisto nunca, consegui resistir ao botão PASSA ESSA PORRA (>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>) e agora quero meus dolar da aposhta! RÁ!

Cotação: 0/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...