terça-feira, 3 de março de 2015

Breaking the surface: the Greg Louganis story - 1997




Por Jason

A menos que alguém não tenha vivido nos anos 80 ou não tenha acompanhado as Olimpíadas de Seul em 1988 não sabe quem foi Greg Louganis. A imagem mais conhecida de sua carreira não é nenhuma de suas cinco medalhas olímpicas no salto ornamental e sim aquela em que, durante um salto, Louganis bateu a cabeça no trampolim, causando um choque na plateia e em quem assistia pela televisão. Louganis já havia passado por algo parecido quando, durante as competições universitárias um atleta soviético bateu a cabeça contra um bloco de cimento de dez metros de altura durante um salto e morreu na hora. Depois do susto em Seul e de alguns pontos, ele voltaria a competição mesmo com o ferimento para mais saltos e se tornaria medalhista de ouro na competição em categorias diferentes.


O telefilme Breaking the surface: the Greg Louganis story traz a história desse personagem icônico das olimpíadas. Greg foi adotado por um casal problemático aos nove meses de idade. O pai era desequilibrado e ignorante enquanto a mãe se anulava em sua condição de dona de casa submissa. Para completar, Greg era introspectivo, disléxico, com dificuldade para ler, estudar e com um péssimo rendimento escolar. Greg escondeu durante muito tempo sua condição de homossexual, até conseguir entrar para a universidade, onde começou um relacionamento com um colega - que o rejeitou por não querer assumir que era homossexual. Desde pequeno já demonstrava talento para os saltos na piscina de casa e foi com a ajuda de um treinador que ele aprimorou sua técnica e elevou seu rendimento até as Olimpíadas de Los Angeles, 1984, onde conseguiu duas medalhas de ouro.

Nesse período, conheceu um parceiro, Tom, com quem foi viver junto. Iludido, Greg acreditava que Tom seria o amor de sua vida, mas aí vieram os problemas. Tom começou a se mostrar interesseiro, possessivo, desequilibrado, arrogante e violento. Tom o pressionou a ter poderes administrativos na sua carreira, lesando Greg e levando o seu dinheiro. Tom também o ameaçava na tentativa de arruinar sua carreira. A mídia começou a associar os dois e Greg não conseguia fazer dinheiro com publicidade pelo fato de ter uma imagem fora dos padrões másculos que as empresas queriam. Greg descobre, porém, que Tom possui HIV e desenvolve AIDS. Tom seria o transmissor do vírus para Greg, que manteria tudo em segredo durante um tempo até escancarar sua situação - e, em contra partida, descobrir que Tom era na verdade um garoto de programa, com quem tinha vivido durante seis anos e faleceria de complicações da doença.

Louganis foi um grande atleta, sem dúvidas, com grandes conquistas olímpicas ainda jovem e que precisou parar cedo demais. Ele elevou o nível do gênero a outro patamar, sendo considerado um dos maiores de sempre quando fazia saltos impecáveis e recebia notas máximas. Teve uma vida pessoal difícil e conturbada: quanto mais se aproximava do sucesso olímpico, mais a vida lhe dava golpes baixos. Logo, isso renderia um filme no mínimo digno de nota. O telefilme, contudo, não faz jus ao seu legado. Mario Lopez, no papel de Greg, se espreme e se contorce no drama, faz bico e birra, mas não convence - o cara é péssimo, um fracasso. O menino que o interpreta na infância, além de bizarro, é igualmente ruim.

A direção é de novela mexicana, com uma trilha sonora clichê tocando quase o tempo todo, principalmente nos momentos mais melosos. A trama acelerada vai passando por tudo que nem um rolo compressor como um capítulo de novela. Gente entra e sai sem nenhuma importância praticamente - a melhor amiga, o treinador, a irmã. As coisas acontecem rapidamente e nunca entramos na mente de Greg, nunca nos empolgamos com ele e muito menos sentimos na pele todo o seu drama, nem mesmo quando o pai dele está batendo as botas vítima de câncer e finalmente faz as pazes com seu filho. No fim das contas, o filme vale somente para conhecer um pouco sobre essa personalidade do esporte.

Cotação: 1/5

2 comentários:

  1. Não sei onde encontrar este filme, já procurei na internet, locadora de filmes e tudo!
    Se tiver alguma informação me envia, obrigado!
    Fábio — email asseradmultiacao@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Não sei onde encontrar este filme, já procurei na internet, locadora de filmes e tudo!
    Se tiver alguma informação me envia, obrigado!
    Fábio — email asseradmultiacao@gmail.com

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...