quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Snoopy e Charlie Brown - Peanuts, O Filme - 2015





Por Jason


Dirigida por Steve Martino, a animação é baseada nos quadrinhos do cartunista norte-americano Charles M. Schulz e acompanha as aventuras de Charlie Brown, seu cachorro Snoopy e sua turma. Na trama, Charlie Brown é o garoto atrapalhado que ninguém dá atenção na vizinhança. Famoso por acabar com brincadeiras, desmanchar grupos, nunca acertar nada, ser rejeitado pelos colegas e impopular na escola, sua situação fica pior com a chegada de uma aluna novata. Charlie se apaixona por ela mas, tímido e com baixa autoestima, não consegue se aproximar da menina; se acha insosso, inseguro e fracassado e não consegue falar com ela mesmo com as tentativas de ajuda de seu fiel amigo Snoopy. 

De repente, devido a uma confusão na entrega de provas, Brown é agraciado com uma nota perfeita, vira uma estrela e é seguido por todos os outros alunos, se tornando uma verdadeira celebridade na escola. Enquanto a irmã dele tenta capitalizar com a fama, Charlie tenta conquistar a menina, sem saber se as pessoas estão gostando dele pelo que é ou pelo que ele tem. Ele percebe o erro e desfaz o mal entendido, voltando a sua vida normal. Paralelo a isso temos uma trama envolvendo a imaginação de Snoopy, que sonha em resgatar sua amada prisioneira de guerra. Tudo se resolverá em um final feliz.

Não há muito o que se falar da animação em si. Tecnicamente, os artistas da Blue Sky Studios conseguiram combinar os traços dos personagens originais com uma sensação tridimensional, sem descaracterizá-los - e em muitas cenas, o filme paga tributo com o desenho original em linhas em preto e branco. Isso deixou a animação bonita e bem acabada, sem os exageros de CGI e efeitos especiais que vemos nas animações dos últimos tempos. O resultado é que ele mantém os maneirismos do desenho original, bem como as personalidades de todos os personagens de meio século atrás, e um sentimento bem vindo de nostalgia. 

O desenho passa rápido - pouco mais de sessenta minutos - mas carece de momentos emocionantes (talvez a sequência final seja a única). É redondo, mas falta estofo dramático e profundidade. Se seu triunfo está na simplicidade com a qual se desenrola, dos traços à trama simplista, que pode agradar a criançada pela facilidade em digeri-la - esse mesmo trunfo pode deixar nos adultos, ao final, uma sensação de que falta algo mais. Sem uma trama marcante ou impactante, o filme se torna esquecível dois minutos depois de terminar.

Cotação: 3/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...