quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Especiais - Alien A ressurreição: os finais de Joss Whedon




Por Jason


Joss Whedon tinha inicialmente alguns finais diferentes para Alien: A ressurreição. No começo, era para ser Dan Hedaya o personagem sugado para o espaço no final do filme. Seu personagem, o general Martin Perez, foi originalmente definido para sair de Alien A ressurreição de maneira espetacularmente sangrenta - todo o seu corpo ejetado, membro a membro, através de um buraco do tamanho de bola de tênis de mesa na nave espacial Auriga.


A empresa de efeitos especiais responsável pelos efeitos do filme, a Amalgamated Dynamics, Inc, passou várias semanas em 1996 tentando resolver o problema de ter um corpo se separando de forma realista no vácuo do espaço. O vídeo do teste lançado pela ADI mostra o processo meticuloso de pesquisar e testar meios práticos da criação da cena da morte de Hedaya, que seria concluída com a cabeça gritando de seu personagem sendo despojada de sua pele até que apenas um crânio aberto permanecesse. Veja a seguir:



Os resultados foram quase comicamente grotescos e quase hipnotizantes para se assistir - tão fascinantes, na verdade, que o diretor do filme, Jean-Pierre Jeunet, eventualmente, decidiu que uma morte tão violenta era mais apropriada para o vilão principal de seu filme, o alien chamado "Newborn", fruto da união genética de Ripley com a criatura espacial, e não um personagem relativamente menor. E foi assim que o processo de concepção e teste começou mais uma vez - desta vez com os aspectos práticos de ter o estômago de um alienígena gigante aberto e suas tripas espalhadas no chão antes de seu crânio quebrar em inúmeras peças pequenas.



A gênese criativa desta sequência sangrenta teve suas raízes no filme original Alien O oitavo passageiro, onde Ridley Scott queria que Lambert (interpretada por Veronica Cartwright) fosse "sugada para fora dao nave através de uma abertura do tamanho de um buraco de fechadura." "Não é um final muito heroico", acrescentou Scott - sem dúvidas, com uma risada macabra - ". Mas dramático". Em última análise, essa cena nunca seria realizada devido ao tempo e restrições orçamentais - e, portanto, a cena da morte não foi utilizada, até que o roteirista Joss Whedon reintroduziu em seu roteiro para a terceira sequência, Alien: A ressurreição.


Em um de seus primeiros rascunhos, Whedon tinha um soldado sem nome que era sugado para o espaço quando o sangue corrosivo do alien abriria um buraco através da janela da Auriga. "O sangue abre um buraco na janela," o script dizia. "O soldado mais próximo é sugado contra a janela - ele grita enquanto é sugado por um buraco do tamanho de seu punho."

A vítima desse fim indigno alterado duas vezes - de um soldado ao seu superior, o general Perez, e depois para a criatura - fornece uma dica de como as coisas foram alteradas e embaralhadas durante as filmagens de Alien A ressurreição. O filme teve um grande problema para resolver desde o início - como trazer de volta Ripley, que tinha mergulhado de cabeça em uma fornalha na conclusão de Alien 3 - e Whedon foi o escritor contratado para ajudar a resolvê-lo.

Em 2005, Whedon recordou por qual razão a Fox tinha optado por ele - já um roteirista respeitado e criador de Buffy A caça vampiros - quando se pensava sobre um roteiro de uma sequência para Alien 3: foi porque a sequência não seria sobre um clone de Ripley, mas sobre uma Newt adolescente.

"A história de Alien A ressurreição era muito diferente também porque eu escrevi um tratamento de 30 páginas," disse Whedon. "Eles queriam fazer um filme com um clone da Newt como sua heroína. Porque eu tinha feito alguns filmes de ação e eu tinha feito Buffy , eles disseram, 'Bem, ele pode escrever adolescentes e ele pode escrever ação, então vamos dar-lhe uma chance. "

No livro de Amy Pascale, Joss Whedon: Geek King Of The Universe, diz-se que a Newt clonada seria uma heroína construída nos moldes de Buffy. "Uma jovem imbuída de habilidades especiais e pontos fortes para lutar com um inimigo particular". Os chefes da Fox estavam preocupados, no entanto, que os fãs não fossem assistir a um filme de Alien sem Ripley, e a ideia para uma aventura de Newt nunca chegou a mais de 30  páginas de tratamento de roteiro.

Portanto, Whedon assinou contrato para um projeto muito diferente do que ele acabou escrevendo, e é justo dizer que ele não estava inteiramente feliz com a forma como Jeunet lidou com isso. "Há e sempre haverá uma merda de filme do Alien lá fora", disse ele à Total Film em 2013. "Uma merda de filme do Alien com meu nome nele."

Lendo os primeiros rascunhos de Whedon para os roteiros de Alien A ressurreição, no entanto, fica claro que muitas de suas idéias e diálogos fizeram parte do corte final lançado no outono de 1997 (logo, a culpa pelo filme também é dele). Vemos Ellen Ripley revivida como uma híbrido de humano-alienígena a bordo do Auriga, décadas após os acontecimentos de Alien 3. Um novo lote de cientistas ainda tem a intenção de aproveitar o poder dos xenomorphs vomitadores de ácido, e contratam um bando de mercenários para lhes fornecerem amostras humanas sequestradas, para continuarem assim com seus experimentos. Inevitavelmente, os alienígenas escapam do cativeiro, lançando a Ripley clonada e um grupo cada vez menor de mercenários em uma nova luta pela sobrevivência. 

O que se alterou consideravelmente, no entanto, foi o ato final.


Através do processo de reescrever e refazer o roteiro de Alien A Ressurreição baseado no diretor e nas notas do estúdio, Whedon veio com - e foi forçado a abandonar - vários finais diferentes, muitos deles muito mais amplos do que aquele que, em última análise, culminou no final do filme. A ideia inicial de Whedon para a ameaça alienígena final foi bem diferente, também. O recém-nascido, o Newborn, concebido como uma coisa carnuda, gelatinosa, com olhos redondos cintilantes no filme, foi descrita em um rascunho de roteiro de Whedon como algo enorme e parecido com uma aranha, com veias vermelhas pulsando sob a pele de cor branca pura. Seus maxilares internos, baseados no maxilar interno do Alien clássico, eram unidos por um par de pinças insectoides, que quebrava as cabeças de suas vítimas, depois que bebesse seu sangue.

Em um projeto disponível on-line - que Whedon indicou uma vez ser o primeiro rascunho que ele escreveu - o Newborn e Ripley acabam na nave dos mercenários, The Betty, assim como eles fizeram no filme de Jeunet. Mas a diferença aqui é que a nave nos últimos momentos colide com a Terra, caindo no meio de uma floresta. 

Call, a sintética Feminina (interpretada por Winona Ryder), Ripley e outros dois personagens sobreviveriam ao acidente -, mas o mesmo aconteceria com o Newborn. Ripley, percebendo que eles teriam caído perigosamente perto de uma cidade, acabaria com seu inimigo antes que pudesse prejudicar alguém e, armada com um lançador de granadas, se prepararia para fazer a batalha.

O Newborn poderia ter apenas algumas horas de idade, mas era mais do que um jogo para Ripley, embora ela já estivesse quase derrotada quando montaria em algo chamado de harvester - uma espécie de ceifadora ou colheitadeira futurista. Atingido por granadas e, finalmente conduzido para dentro das mandíbulas da máquina, a abominação alienígena era rasgada, com seu sangue ácido provocando um incêndio.

A história terminaria com Ripley, Call e os outros sobreviventes bebendo whisky nas brasas do Alien e da máquina, agora destruída. Ripley enfrentaria um futuro incerto, mas, finalmente, ela estaria de volta para casa (!)

Whedon, ao que parecia, estava determinado a ter Ripley e o retorno do Alien à Terra durante todo o processo de escrever Alien A Ressurreição . "Eu só ficava dizendo, 'A razão de estarmos aqui é que estamos caminhando para fazer a coisa que nunca foi feita;. Vamos para a Terra'. Mas havia um monte de coisas que não tínhamos feito e acabamos não fazendo por causa de uma singular falta de visão ". 


Quando a finalização na floresta foi rejeitada, Whedon veio com três outras conclusões, cada uma ocorrendo em um local diferente no nosso planeta azul.

"O primeiro foi na floresta com a máquina", Whedon disse a revista In Focus em 2005. "O segundo foi em um ferro-velho futurista. O terceiro foi em uma maternidade. E o quarto estava no deserto. Agora, neste momento isso havia se tornado sobre dinheiro, e eu disse, 'Você sabe, o deserto se parece com Marte e não a Terra; que não vai dar às pessoas o que elas querem. " Mas eu ainda escrevi o melhor final que pude, que terminava no deserto. "

Eventualmente, foi dito a Whedon para esquecer de escrever a parte final do confronto entre Ripley e o Newborn na Terra por completo - em parte, parecia uma tentativa para reduzir custos. Outra cena em um dos rascunhos de Whedon, uma cena de ação importante em um enorme jardim, a bordo do Auriga, aparentemente foi cortada pelo mesmo motivo.

De qualquer forma, a batalha final de Ripley com o Newborn foi filmada a bordo da Betty, e concluiu com o monstro desajeitado sendo sugado para fora no espaço, como mencionado anteriormente. Oito anos mais tarde, Whedon ainda parecia amargo sobre como o Newborn tinha sido ejetado.

"... Eu só dei-lhes o diálogo e outras coisas, mas eu não me lembro de ter escrito", Whedon relembrou. "Tenho certeza de que essa encenação nunca existiu em nenhum dos meus rascunhos."

No corte final, Ripley tem de se contentar com um olhar para a Terra a partir da Betty, embora exista uma sequência abandonada onde a Betty aterrissa, na periferia de uma cidade destruída, aparentemente Paris. Este final alternativo ainda sobrevive hoje como uma cena deletada, e é estranho pensar que Alien A Ressurreição podia ter concluído com uma nota tão semelhante a O planeta dos macacos, ou, ainda mais bizarro, uma edição de Sam Raimi de Army Of Darkness .

Apesar do difícil processo de escrever Alien A Ressurreição , Whedon ainda parecia que desejava escrever o quinto capítulo da franquia em dezembro de 1997. A Entertainment Weekly publicou uma reportagem em que o presidente de produção Tom Rothman da Fox disse: "Estamos firmemente esperando para fazer outro filme, e Joss Whedon vai escrevê-lo, e esperamos ter Sigourney e Winona envolvidos nele. " 

"Há uma grande história para contar em outra sequência," Whedon adicionava no mesmo artigo. "O quarto filme é realmente um prólogo para um filme definido na Terra. Imagine todas as coisas que podem acontecer. "

Essa sequência debatida, que em vários momentos teve James Cameron e Ridley Scott envolvidos, nunca aconteceu, e a Fox acabou dando vez a Alien Vs. Predator. Até à data, uma aventura Alien com Ripley nunca emergiu, deixando a guerreira de longa data presa a bordo da nave Betty, olhando para a atmosfera acolhedora do nosso planeta. Como consequência, os conceitos de Whedon para Alien 5 nunca foram realizados também, e enquanto Alien A Ressurreição foi sem dúvida um filme imperfeito, não podemos deixar de imaginar o que ele poderia ter feito com um confronto em solo terreno entre Ripley e o xenomorph.

O parentesco entre Ripley e Call certamente se depara com mais clareza nos desenhos de Whedon - o status de outsider que ambas partilham, o seu sentido de ser, para além de seres humanos, comuns - e isso também teria sido uma relação interessante para explorar em uma sequência. Aos poucos, porém, o interesse em seguir essa história diminuiu na mesma proporção que várias pessoas se afastaram. 

"Eu não estou interessado em fazer franquia de mais ninguém", Whedon diria mais tarde. "Qualquer filme que eu fizer, vai ser criado por mim."

Em anos mais recentes, Whedon tem sido inequívoco sobre a maneira como A Ressurreição foi feito, particularmente em termos de elenco e design. "Foi mais uma questão de fazer tudo errado. Eles deram as linhas ... principalmente ... mas eles disseram tudo errado. E lançaram-no errado. E eles conceberam errado [...] Eles fizeram tudo errado. "


Whedon pode ter sido picado pela resposta mista de Alien A ressurreição , mas não há, pelo menos, a sugestão de um final feliz para a história - de uma forma rotunda. Sem perceber, necessariamente, Whedon tinha preparado o terreno ao seu muito amado show de sci-fi, Firefly .

"Alguém apontou, para mim, a semelhança entre Serenity e Betty", Whedon disse, quando perguntado pelo escritor da In Focus sobre a semelhança entre Alien A Ressurreição e sua estréia na direção. "Eu realmente nunca pensei nisso até que alguém apontou para mim Mas a ironia vai mais longe do que eu poderia ter imaginado, porque filmamos nas mesmas bases da Fox, onde eles filmaram Alien A ressurreição. Na verdade, Serenity foi construído sobre o poço que eles cavaram para Alien A ressurreição para a sequência subaquática ".

Sobre as cinzas das experiências de Whedon com Alien A Ressurreição , então, levantou-se o cult Firefly , com a sua nave parecida com a Betty cheia de inadaptados e ladinos simpáticos e Serenity, o filme spinoff de 2005, que serviu como primeiro longa-metragem de Whedon como diretor. Então, quem sabe? Sem Alien A ressurreição talvez a história do cinema geek teria sido muito diferente ...

Adaptado livremente de artigo Alien: Resurrection - Joss Whedon's Original Endings

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Sugestões? Críticas? Essa é a sua chance de dar a sua opinião porque ela é muito importante para nós! Seja educado e cortês, tenha respeito pelo próximo e por nós, e nada de ofensas, tá? Esse é um espaço democrático, mas comentários ofensivos serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...