quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Especial - Alien, o filme nunca visto



snapshot-2016-07-13-at-06_50_40-pm-12502

Daremos uma olhada em algumas das cenas excluídas,  modificadas e alternativas dos storyboards de produção de Alien O oitavo passageiro (1979) que se baseiam no rascunho de junho de 1978. Estes storyboards foram desenhados antes das revisões de cena no rascunho de junho de 1978. A ideia é dar ao leitor uma visão do mundo invisível de Alien e as idéias e direções para onde o filme estava indo e poderia ter ido nos estágios iniciais da produção. Notem que algumas das ideias das sequências foram aproveitadas em outros filmes da franquia, como Prometheus e Alien Covenant.

Seqüência de despertar original:

A sequência de despertar duraria mais tempo e começaria com um close-up da narina de Kane seguido de sua abertura tubo criogênico. 



Kane percorreria a galeria e ligaria um monitor além de preparar o café. Esta cena deveria apresentar a equipe da Nostromo uma a uma para o público. A sequência também deveria contar com todos os personagens nus. Os executivos da Fox consideraram isso pornográfico e a cena foi reescrita. Acredita-se que algumas cenas foram filmadas com os atores totalmente nus, o que teria feito o filme ser proibido em pelo menos cinco países. No final, os atores usavam calções brancas e as mulheres tinham fitas cirúrgicas cobrindo seus mamilos.



Formação rochosa : 

Lambert, enquanto usa seu buscador para seguir o sinal da fonte da transmissão, perde o sinal uma ou duas vezes. Eles chegam a uma grande formação de rocha e o sinal desaparece. Ali, eles se abrigam sob a formação de rocha antes do retorno do sinal. Enquanto continuam, vemos os restos fossilizados do "Space Jockey" - mais tarde conhecidos como "engenheiros" como revelado em Prometheus. A tripulação não vê, mas Ash, de dentro da nave, consegue identificar. Ele congela e amplia a imagem no monitor. Devido às restrições orçamentárias, esta seqüência nunca foi filmada, mas estava  no storyboard.





Logo, o Space Jockey, neste roteiro, não estava dentro da nave, como pode-se notar a seguir no storyboard da cabine da nave. Nesse mesmo momento, Dallas encontraria uma máquina ainda funcionando, que seria a fonte do sinal captado pela Nostromo.




Final Alternativo:

Nele, a briga com a criatura acontece fora da nave, já que tanto Ripley quanto o alien são arrastado para fora do Narcisus. 


A criatura:

Inicialmente, Ridley Scott queria que a criatura fosse translúcida, de forma que fosse possível ver sua estrutura esquelética. Ridley Scott queria que as três formas alienígenas fossem translúcidas para combinar as pinturas de Giger. Giger começou a trabalhar em um Facehugger translúcido. Um esqueleto para a criatura foi criado em gesso e a produção fez alguns conceitos do "Chestburster" usando látex. O látex secou a uma determinada cor que Ridley gostou e decidiu que o Facehugger deveria ser da mesma forma. Múltiplos moldes experimentais foram feitos, mas nenhum deles poderia ser utilizável, pois eles não podiam tornar os materiais duráveis ​​ou resistentes o suficiente e rasgariam muito facilmente. Fazer esses moldes experimentais levou tempo, e o tempo estava acabando, era necessário uma forma definitiva para começar a filmagem. Para piorar as coisas para fazer alguns dos moldes transparentes, um forno especial foi construído e usado, e isso danificou os moldes dos aliens originais, que tiveram que ser reparados e remendados na oficina de gesso. No final, o conceito translúcido acabou sendo descartado.



A morte de Parker:

Originalmente, Parker e Lambert estão buscando o alienígena quando de repente a criatura passa atrás de Parker. O alienígena o pega e o mata enquanto Lambert tenta queimar a criatura com um lança-chamas. O alienígena usa o corpo de Parker como um escudo e atravessa as chamas para chegar até Lambert. Em outra versão com script, o Alien se agarra a Parker, e ele implora que Lambert use o lança-chamas. Ela acaba disparando e queimando Parker vivo.


Em outra opção, a criatura derruba Parker usando a sua cauda. Desorientado com a pancada, Parker não consegue fugir e a criatura o arremessa para a parede, atacando-o e matando-o. A cena foi cortada.

O sangramento nasal de Ripley:

A cena em que Ripley entra na MÃE foi originalmente o final de uma seqüência de ação que deveria ter lugar após o desaparecimento de Dallas. Na cena, Parker vê o alienígena fora da porta principal da tubulação de ar. Silenciosamente, ele chama Ripley por um comunicador de parede. Ripley e Lambert chegam na ponte a tempo de ouvi-lo. Parker pede a Ripley que abra lentamente a porta da tubulação de ar, enquanto ela acende uma luz verde e o Alien se move em direção a ela com curiosidade (a intenção era expurgá-lo da nave). Parker ordena que abra a escotilha externa, mas antes de acertar o interruptor, um barulho parece assustar a criatura. À medida que a escotilha interior fecha, ela prende um pedaço do Alien, a criatura luta, mas consegue se libertar, deixando ácido cair, o qual começa a comer a porta do duto de ar. A escotilha externa ainda está aberta enquanto o ácido continua a comer a porta interior da escotilha, quando o Alien então se afasta em direção a Parker, que é derrubado pelo Alien e fica inconsciente. Ripley dirige-se para a câmara de ar para ajudar Parker, enquanto o buraco na escotilha interior se abre totalmente. O ar começa a correr para fora e o compartimento começa a despressurizar. Um cilindro fica preso na porta de emergência, o sangue começa a escorrer do nariz e das orelhas. Depois, Lambert chega com Ash para dar-lhes oxigênio e ajudá-los. Ripley e Parker estão meio inconscientes mas Ripley acusa Ash de ter iniciado o barulho que assustou a criatura e impediu o plano de funcionar. Ripley pretende provar isso (outra seqüência não filmada). Ela segue para o computador MÃE ainda sentindo os efeitos da despressurização, o nariz dela continua sangrando, daí o sangue durante essa cena. No final, as restrições de orçamento e outras razões diversas impediram que esta seqüência fosse concluída e a cena do sangue no nariz continuou no filme.





Dallas e o Alien no duto de ar: 

Dallas explode seu lança-chamas à sua volta. O alienígena, com uma velocidade incrível, corre para ele saltando do chão, para a parede, até o teto, semelhante as criaturas de James Cameron se movendo dentro dos dutos do ar em Aliens ou a criatura correndo na cena final do trailer de Alien Covenant.


Sequência de conserto da nave:

Ridley planejava ter uma seqüência que teria feito Parker e Brett ir para o exterior da Nostromo para inspecionar as válvulas de admissão da nave. Esta cena deveria mostrar o tamanho e a escala do Nostromo, mas o orçamento não o permitiria. Cena semelhante de conserto da nave, para mostrar a escala do veículo, pode ser vista no recente Alien Covenant.


O aparelho médico:

A sequência de retirada do capacete de Kane seria executada por uma máquina robótica que revelaria a criatura agarrada em sua face.


Vimos aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...